Índices e recordes movimentam 1ª etapa do Brasileiro/Caixa de Juvenis | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Índices e recordes movimentam 1ª etapa do Brasileiro/Caixa de Juvenis

Josué Lima: índice para o Mundial/ Foto: Marcelo Ferrelli/CBAtMaringá - Índices e recordes movimentaram a primeira etapa do Campeonato Brasileiro/Caixa de Juvenis de Atletismo, disputada na manhã deste sábado no Estádio Willie Davids, em Maringá, no Paraná. Numa manhã do sol e calor de 25 graus, os atletas tiveram a oportunidade de render bem e muitos de conseguir seus objetivos.

No salto em altura, por exemplo, o cearense Josué Lima da Costa venceu com 2,15 m, obtendo o índice exigido pela CBAt para o Campeonato Mundial Juvenil de Barcelona, em julho, na Espanha. O atleta, de 19 anos, melhorou 10 centímetros em uma semana - no dia 9 saltou 2,10 m em Belo Horizonte e antes disso seu melhor resultado era 2,05 m.


"Acho que ainda posso saltar 2,20 m no Troféu Brasil", disse o atleta nascido em Russas, cidade que fica a 172 quilômetros de Fortaleza. "Estou me sentindo bem e faltam corrigir pequenos problemas técnicos na parte anterior à impulsão."

Josué treina há um ano e meio com o holandês Gerard Lenting no Centro Nacional de Treinamento Caixa/Sesi, da CBAt, na cidade mineira de Uberlândia. "Lá estou podendo desenvolver todo o meu potencial", disse o atleta, que ainda defende o Clube Russas, onde começou no Atletismo. "Agora é pensar no Mundial e tentar representar o Brasil da melhor maneira possível."

Quem conseguiu o índice também foi a brasiliense Beatriz de Oliveira de Sousa, que ficou em 2º lugar nos 100 m, com o tempo de 11.70. A campeã e nova recordista do torneio, a catarinense Tamiris de Liz, apenas ratificou o índice ao vencer com 11.48. "Estava muito confiante. Na semana passada, em São Paulo, eu fiz 11.78 e sabia que o índice era questão de tempo. Agora, menos pressionada, quero melhorar ainda mais esta marca no Troféu Brasil", lembrou a velocista que treina com Ademir Francelino na cidade-satélite do Gama.

Outra atleta com motivos de sobra para comemorar foi a paulista Jessica Carolina dos Reis, campeã do salto em distância, com 6,58 m. Ela conseguiu pela 6ª vez o índice para o Mundial da Espanha, melhorando os recordes brasileiros e sul-americanos, que eram dela mesma com 6,55 m, e o da competição, que era de Gisele Lima de Oliveira, com 6,22 m, desde 1998.

"Estou muito feliz. Meu objetivo no Mundial é buscar uma vaga na final e depois um lugar no pódio", disse muito confiante. "Quem sabe no Troféu Brasil não melhoro mais ainda a minha marca e alcanço os 5,75 m exigidos para a Olimpíada de Londres."

Frustração - A primeira etapa não teve só festa. O paulista Rodrigo Gomes Rocha, que tem índice nos 100 e 200 m para o Mundial, sofreu um estiramento muscular no posterior da perna esquerda durante as semifinais e precisou sair carregado da pista.

Na final dos 100 m, Luis Gabriel Pereira Silva e Yuri de Lima Monteiro, ganhadores das medalhas de ouro e de prata, com os tempos de 10.38 e 10.51, comemoraram muito o índice de 10.53. O vento de 2.1 positivo, porém, não permitirá a homologação das marcas. As lágrimas de alegria viraram lágrimas de tristeza.

Quem também chorou foi a paulista Esthefania Ribeiro da Costa, que venceu o lançamento do dardo, com 48,98 m, em mais uma oportunidade perdida para a obtenção do índice de 49,17 m. A sua melhor marca este ano é de 49,09 m. "Ainda tenho o Troféu Brasil para conseguir", comentou chorando. "É duro ficar tão perto e ainda mais sabendo que pode chegar lá."

Resultados das finais deste sábado pela manhã

Salto com vara feminino
1-Renata Merricks (RS) - 3,50 m
2-Isabella Brenzan (SP) - 3,50 m
3-Nayra dos Santos (SP) - 3,45 m

Lançamento do disco feminino
1-Esthefania Ribeiro da Costa (SP) - 48,98 m
2-Cecília Guimarães (MG) - 45,08 m
3-Ana Caroline da Silva (SC) - 44,47 m

10.000 m masculino
1-Maicon Douglas Mancuso (RS) - 32:18.60
2-Wilson da Silva Araújo (RJ) - 32:20.20
3-José Rodrigo da Silva (DF) - 32:20.23

Salto em distância feminino*
1-Jessica Carolina dos Reis (SP) - 6,58 m (1.5)
2-Andressa Moreira Fidelis (SP) - 6,23 m (2.0)
3-Paula Catarina dos Santos (SP) - 6,12 m (1.1)
*Novo recorde sul-americano da categoria e do torneio

Lançamento do dardo masculino
1-Paulo Enrique Alves da Silva (SP) - 69,80 m
2-Fernando Norbal Martins (MT) - 62,05 m
3-Antonio Carlos Maciel (SP) - 61,58 m

1.500 m masculino
1-Ioran Etchechury (RS) - 3:53.51
2-Luan Kaique Moreira (SP) - 3:55.28
3-Davi Alcantara (SP) - 3.55.50

1.500 m feminino
1-Erika Oliveira Lima (SP) - 4:31.62
2-July Ferreira da Silva (RN) - 4:37.16
3-Alissandra de Lima Araújo (SP) - 4:37.67

Salto em altura masculino
1-Josué Lima da Costa (CE) - 2,15 m
2-Almir Cunha dos Santos (RS) - 2,03 m
3-Gabriel Oliveira Constantino (RJ) - 2,00 m

100 m masculino (2.1)*
1-Luis Gabriel Pereira Silva (RJ) - 10.38
2-Yuri de Lima Monteiro (RJ) - 10.51
3-Vitor Hugo Mourão dos Santos (RJ) - 10.55
*Vento acima do permitido o que invalida as marcas como índice

100 m feminino final (1.6)*
1-Tamiris de Liz (SC) - 11.48
2-Beatriz Souza (DF) - 11.70
3-Camila Aparecida de Souza (PR) - 11.81
*Recorde do torneio

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook