Juliana Gomes dos Santos bate novamente o recorde sul-americano | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Juliana Gomes dos Santos bate novamente o recorde sul-americano

Fundista do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, já qualificada para a disputa olímpica, conquista o ouro na República Checa e melhora marca continental pela segunda vez em dez dias / Foto: Osvaldo F./ContrapéFundista do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, já qualificada para a disputa olímpica, conquista o ouro na República Checa e melhora marca continental pela segunda vez em dez dias / Foto: Osvaldo F./Contrapé

República Checa - Pela segunda vez em dez dias, Juliana Paula Gomes dos Santos melhorou o recorde brasileiro e sul-americano dos 3.000 m com obstáculos.
 
A fundista do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, já qualificada para a disputa olímpica na prova, venceu nesta segunda-feira (6/6/2016) o Memorial Josef Odlozil, em Praga (República Checa), com o tempo de 9min38s63. 
 
Juliana bateu o recorde continental pela primeira vez no dia 28 de maio, no Meeting de Oordegem (Bélgica), quando venceu a distância em 9min39s33 - na ocasião, superou a marca mínima para competição do Rio (9min45) e melhorou o recorde sul-americano que era de Sabine Letícia Heitling (9min41s22), conquistado em 25 de julho de 2009.
 
"Eu acho que a gente tem que agradecer e valorizar cada segundo de melhora. Mas estamos em um ano olímpico - então, é valorizar essa melhora, mas sem nos acomodar", avalia o técnico Adauto Domingues.
 
A corredora incluiu os 3.000 m com obstáculos em seu programa de provas apenas em 2015. Juliana, que dominou por muito tempo o cenário brasileiro nas provas de meio-fundo (800 m e 1.500 m), migrou para disputas mais longas após dar à luz Miguel, com o apoio do marido, o maratonista Marílson Gomes dos Santos, e de seu técnico. No ano passado, Juliana conquistou a medalha de ouro nos 5.000 m dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, com pouco tempo de treino.
 
O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA também conquistou outro ouro em Praga: Darlan Romani, do arremesso do peso, venceu com a marca de 20,23 m. Assim como Juliana, Darlan já está qualificado para a disputa olímpica - superou o índice com o resultado de 20,64 m obtido no IAAF World Challenge de Dacar, no Senegal, em 25 de maio.
 
Fabiana Murer conquista a melhor marca do ano na Inglaterra - Vice-campeã mundial e recordista sul-americana do salto com vara, Fabiana Murer alcançou sua melhor marca na temporada ao ar livre. No domingo (5/6/2016), a saltadora ficou na quarta posição da Diamond League de Birmingham, na Inglaterra, com 4,70 m. A estreia de Fabiana na temporada outdoor foi em maio, no Ibero-Americano do Rio, evento-teste olímpico, com 4,60 m. Ela disputa mais duas competições na Europa antes de retornar ao país para competir no Troféu Brasil de Atletismo: ela salta dia 11 em Genebra e no dia 14 em Lucerna.
 
Confira os atletas com índice olímpico do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA:
 
Lutimar Abreu Paes - 800 m
Thiago do Rosário André - 1.500 m
Augusto Dutra - salto com vara
Júlio César de Oliveira - lançamento do dardo
Darlan Romani - arremesso do peso
Luiz Alberto de Araújo - decatlo
Marílson Gomes dos Santos - maratona
Mário José dos Santos Júnior - marcha 50 km
Jailma Sales de Lima - 400 m
Juliana Paula Gomes dos Santos - 3.000 m com obstáculos
Fabiana Murer - salto com vara
Keila Costa - salto triplo e salto em distância
Fernanda Borges - lançamento do disco
 
Mais informações: www.clubedeatletismo.com.br e www.clubedeatletismo.org.br
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook