Provas de velocidade e saltos ganham preferência da garotada nos Jogos Escolares | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Provas de velocidade e saltos ganham preferência da garotada nos Jogos Escolares

Crianças no COTP  / Foto: ZDL/DivulgaçãoCrianças no COTP / Foto: ZDL/Divulgação

São Paulo - Mais de 1.000 crianças e adolescentes participaram da etapa da capital paulista dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP), nesta quarta-feira (22), no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP). O evento foi exclusivo para meninos e meninas de 10 a 14 anos. A prova preferida dos alunos foi a de velocidade (75m rasos), em função da facilidade de fazer testes e pelo fenômeno Usain Bolt.
 
As baterias masculina e feminina reuniram mais de 200 competidores. "São as provas mais concorridas, pois os professores têm espaço para trabalhar nas escolas. As crianças procuram copiar os ídolos e um deles é o jamaicano Usain Bolt. O salto em distância também foi um sucesso. As outras provas, inclusive as que precisam de peso, dardo ou colchão, por exemplo, são mais técnicas e, na maioria das vezes, os colégios podem não ter estrutura para isso. Um evento como os Jogos Escolares dá oportunidade para a garotada mostrar talento", disse Carlos Alberto Félix, organizador da competição. 
 
Em razão do grande número de atletas, a etapa de São Paulo sempre é dividida em duas. Desta vez foram 30 cidades da região e 54 escolas. "Os colégios sabem que o campeonato é bem organizado. Nós oferecemos ônibus, alimentação, estrutura e segurança. Os destaques da etapa poderão ser recrutados para fazer parte do Centro de Excelência Esportiva (CEE) em 2014", reforçou Félix.
 
No salto em distância, Gabriel Menezes, de 14 anos, do Colégio Adventista da Liberdade, sonha com a vaga no Rio de Janeiro/2016 ou na edição seguinte dos Jogos. Porte físico e talento, ele tem. "Meu objetivo é conseguir uma medalha olímpica e mundial. Hoje, minha melhor marca é 6,31m e espero chegar aos 6,70m neste ano. Seguindo essa tendência, acredito que ainda dá tempo de chegar ao índice olímpico para 2016, mas, se não der, 2020 estarei preparado."
 
No feminino, Ana Carolina Bento, que estuda em Barueri, foi a melhor do dia. A ideia da garota de 14 anos é chegar à marca de 5,70m ainda em 2013. "Estou no atletismo desde os 7 anos e quero chegar ao nível da Maurren Maggi. O atletismo faz parte da minha vida", garantiu a jovem atleta.
 
Fôlego - Vencedora dos 1.000 metros, Bianca Porto se destacou das outras meninas. A atleta de 14 anos já tem bem definido o que quer para o futuro na modalidade: correr as provas de meio fundo. "Quero ser atleta profissional, mas sei que falta muito. Treino duas horas por dia e acho que preciso um pouco mais. Assisto bastante as provas na televisão para absorver as técnicas", reforçou Bianca, do ETIP de Santo André.
 
Na versão masculina, Emanuel Moura foi o vencedor. "Treino bastante e espero evoluir ainda mais. Nessa prova fui mais na estratégia. Os outros meninos saíram rápido e cansaram na metade e eu consegui ultrapassar", explicou Emanuel, da E. E. Engenheiro Mário Sales Souto, de Carapicuíba.
 
E se o assunto é força, Maysa da Silva sabe das coisas. "Treino a prova desde 2010, quanto tinha 10 anos. Não é uma prova que muitas crianças gostam, mas a minha professora viu que tinha talento e me colocou no arremesso de peso", disse Maysa da Silva, aluna de outra escola de Carapicuíba, a Natalino Fidêncio.
 
No salto em altura, Laís Helena de Abreu se destacou. Com passadas largas e decidida para ultrapassar a barra, a garota de Guarulhos mostrou que pode ser uma futura campeã. "Fiz minha melhor marca pessoal. Estou muito feliz. Não esperava chegar a esse resultado, pois treino a prova a menos de um ano. Agora a tendência é saltar ainda mais", contou Laís Helena de Abreu, que estuda na E.E. Parque Continental Gleba I.
 
Balanço - Os números dos Jogos Escolares mostram que o projeto é referência na modalidade. Mais de 6 mil alunos participaram das provas nas cidades de São Paulo, Presidente Prudente, Bauru e São José do Rio Preto. Ao todo, mais de 300 instituições de ensino inscreveram suas crianças. A competição ainda passará por Campinas, Piracicaba, Pirassununga, Praia Grande e São Caetano do Sul. Ao todo serão 10 seletivas regionais.
 
O torneio terá ainda mais dois eventos de ponta promovidos pela Federação Paulista de Atletismo (FPA) no Ibirapuera, na capital paulista: as seletivas estaduais que classificarão para os Jogos Escolares da Juventude, disputados em Natal (RN), de 4 a 14 de setembro, e em Belém (PA), de 7 a 16 de novembro.
 
Confira o cronograma de competições em 2013:
 
Seletiva Regional Paralímpica - 24/05 - São Caetano do Sul - Centro Esportivo e Recreativo Vila São Jose - 12 a 19 anos - apenas para alunos com deficiência
 
6ª Seletiva Regional - 29/05 - Pirassununga - Academia da Força Aérea (AFA) - 10 a 17 anos e alunos com deficiência
 
7ª Seletiva Regional - 12/06 - Piracicaba - SESI -10 a 14 anos e alunos com deficiência
 
8ª Seletiva Regional - 26/06 - Praia Grande - Pista de Atletismo Municipal - 10 a 17 anos
 
9ª Seletiva Regional - 27/06 - São Paulo - Estádio Ícaro de Castro Mello - 15 a 17 anos
 
10ª Seletiva Regional - 28/06 - Campinas - Centro de Treinamento de Alto Rendimento Swiss Park - 10 a 12 anos e 15 a 17 anos
 
Seletiva Estadual Mirim (12 a 14 anos) - 10 e 11/08 - São Paulo - Estádio Ícaro de Castro Mello
 
Seletiva Estadual Infantil (15 a 17 anos) - 28 e 29/09 - São Paulo - Estádio Ícaro de Castro Mello
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook