Canoagem Oceânica tem novo regulamento em 2016 | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Canoagem Oceânica tem novo regulamento em 2016

Com a unificação de classes no novo regulamento, haverá somente separação por individual e duplos / Foto: DivulgaçãoCom a unificação de classes no novo regulamento, haverá somente separação por individual e duplos / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - Mais um ano se inicia e novamente a Canoagem Oceânica sai na frente realizando o primeiro evento oficial do ano na Canoagem Brasileira. A grande novidade é o novo regulamento da modalidade, que entra em vigor a partir de 01 de fevereiro e já será usado na primeira etapa do Circuito Brasileiro no dia 20/02 em Angra dos Reis/RJ.
 
Basicamente a maior mudança foi que as Classes foram extintas (As classes separavam embarcações - havia Classe Oceânica, Turismo e Surfski). "Será nítida a migração para o surfski, que é a atual embarcação usada na Ocean Racing Mundial por ser mais rápida e mais segura, porém quem quiser continuar usando os caiaques fechados, poderão usar, mas competirão junto com os surfskis", comenta Jefferson Sestaro, supervisor e responsável pela mudança na Oceânica.
 
Há mais de um ano os atletas da modalidade e o supervisor vinham debatendo sobre a unificação. Sestaro diz que "a aceitação foi muito boa. Todos atletas se envolveram e possuem ciência sobre essa mudança. Foi inclusive sugestão uma parte dos atletas".
 
Com as Classes extintas, terá somente a divisão entre INDIVIDUAIS e DUPLOS. Não mais importando qual embarcação oceânica o atleta vai usar (se é um caiaque oceânico fechado, se é um caiaque turismo ou se é um surfski), o que importa é se terá 1 ou 2 canoístas, para separar as categorias.
 
A outra mudança foi que os duplos mistos não mais estarão em categorias separadas, eles entrarão para competir juntamente com os duplos masculinos. "Observamos que muitos duplos mistos estão chegando na frente dos masculinos, e eles pediam para serem premiados junto com os duplos masculinos, para mostrar que as mulheres também são fortes" sinaliza Sestaro. A competição entre todos será pela posição Geral, onde os 3 primeiros atletas individuais masculinos e femininos e os 3 primeiros duplos masculinos e/ou mistos serão premiados.
 
As premiações por faixas etárias serão:
 
INDIVIDUAL
 
Paracanoagem Masculino e Feminino -  Atletas com 15 anos ou mais.
Júnior Masculino e Feminino – Atletas com idade de 15 anos a 18 anos.
Sub-23 Masculino e Feminino – Atletas com idade de 19 anos a 23 anos.
Senior Masculino e Feminino -  Atletas com 24 anos ou mais.
Master A Masculino – Atletas com idade de 35 a 39 anos.
Master B Masculino – Atletas com idade de 40 a 44 anos.
Master C Masculino – Atletas com idade de 45 a 49 anos.
Master D Masculino – Atletas com idade de 50 a 54 anos.
Master E Masculino – Atletas com idade de 55 a 59 anos.
Master F Masculino – Atletas com idade de 60 a 64 anos.
Master G Masculino – Atletas com com 65 anos ou mais.
 
DUPLO
 
Duplo Masculino Júnior – Atletas com idade de 15 anos a 18 anos.
Duplo Masculino Senior – Atletas com 19 anos a 45 anos.
Duplo Masculino Master – Atletas com 46 anos ou mais.
Duplo Misto – Atletas de qualquer idade e com um atleta de cada sexo.
 
Além das premiações aos atletas, teremos a premiação por equipes, onde as 3 primeiras com maior pontuação na etapa levantarão seus troféus.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook