Raiza Goulão termina mountain bike cross-country na 20ª colocação

Brasileira completou os 29,6km de percurso em 1h39m21 / Foto: Marcelo Pereira/Exemplus/COBBrasileira completou os 29,6km de percurso em 1h39m21 / Foto: Marcelo Pereira/Exemplus/COB

Rio de Janeiro - A um dia do encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a ciclista brasileira Raiza Goulão participou da prova de mountain bike cross-country no Parque Radical, em Deodoro.
 
A atleta goiana estreante na competição, terminou o percurso de 29.67Km neste sábado, 20 de agosto, em 20º lugar, com o tempo de 1h39m21, 9m6s atrás da vencedora, Jenny Rissveds, da Suécia. 
 
As 30 ciclistas tiveram como desafio nas seis voltas da competição caminhos rochosos, obstáculos naturais, como pontes e escadas, além de subidas e descidas. A atleta brasileira, campeã em 2015 na modalidade, marcou na primeira volta 16m37s16. Nos cinco percursos seguintes ela fez o tempo de 32m33s18, 48m32s19, 1h05m21s19 e 1h22m35s19. 
 
"Queria ter alcançado um resultado mais expressivo. Dei o máximo a cada volta. Fiquei muito honrada em disputar a 19ª posição com a Sabine Spitz, que já foi medalhista olímpica. Foi uma grande experiência. A última volta foi muito dura, senti câimbras nas duas pernas. Em 2020, vou buscar um resultado mais expressivo para a nossa nação. Estou muito mais motivada. Esse circuito é a porta de entrada para novos talentos. Peço a todos que deixem como legado. Com uma pista dessa podemos ter uma evolução no mountain bike cross-country", disse Raiza.
 
A sueca Jenny Rissveds venceu o circuito com o tempo 1h30m15s. O segundo lugar ficou com a polonesa Maja Wloszczowska (1h30m52s) e o terceiro com a canadense Catharine Pendrel (1h31m41s).
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook