Ciclista de RP conquista o título da 5ª Volta Ciclística do Futuro

Em uma disputa emocionante e decidida nos milésimos de segundo, a ciclista Cristiane Pereira, da equipe de Ribeirão Preto, conquistou o título da 5ª Volta do Futuro de Ciclismo, realizada na cidade de São Carlos   / Foto: Divulgação  Em uma disputa emocionante e decidida nos milésimos de segundo, a ciclista Cristiane Pereira, da equipe de Ribeirão Preto, conquistou o título da 5ª Volta do Futuro de Ciclismo, realizada na cidade de São Carlos / Foto: Divulgação

São Carlos - Em uma disputa emocionante e decidida nos milésimos de segundo, a ciclista Cristiane Pereira, da equipe de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/SME Ribeirão Preto), conquistou o título da 5ª Volta do Futuro de Ciclismo, realizada na cidade de São Carlos.

Após quatro etapas disputadas em três dias, Cristiane Pereira totalizou o tempo de 6h03min26s390, contra 6h03min26s658 de Luciene Ferreira, que compete pela equipe de Pindamonhangaba. A terceira colocada na classificação geral da competição foi Debora Gerhard, de Pindamonhangaba, com 6h03min58s.
 
A equipe ainda teve no pódio a ciclista Viviane dos Santos, que terminou na quinta posição, com 6h14min04s. Ribeirão Preto ainda conquistou o título por equipes da competição.
 
“É uma conquista inédita para a Cristiane e para Ribeirão Preto. Tenho que parabenizar todas as meninas, que contribuíram muito para a conquista deste título”, afirmou Terra, destacando o planejamento traçado no início do ano.
 
“Esse título é fruto do planejamento que traçamos com a Cristiane. Ela não teve descanso e fez uma preparação forte para essas primeiras provas da temporada. Felizmente nosso planejamento está dando resultado”, acrescentou Terra, lembrando também da segunda colocação conquistada por Cristiane na abertura do Campeonato Paulista.
 
Dificuldades

 
A equipe de ciclismo de Ribeirão Preto teve que superar muitas dificuldades para conquistar o título da 5ª Volta do Futuro de Ciclismo. “A mudança do regulamento durante a competição atrapalhou toda a nossa estratégia e quase tirou o título da Cristiane. O regulamento precisa ser mais claro”, completou o treinador Danilo Terra.

A equipe de ciclismo de Ribeirão Preto é patrocinada pela São Francisco Saúde, KHS Bikes e Secretaria Municipal de Esportes de Ribeirão Preto e conta com os apoios da Lazer Capacetes, Resolv e Mousse Cake.

Promessa para as Olimpíadas 2016 vence a Volta Ciclística do Futuro na categoria Junior

Depois de estagiar no Centro Mundial de Ciclismo por dois meses na Suíça, Luiz Henrique Cocuzzi, fez sua estreia na temporada na Volta Ciclística do Futuro. A esperança do Brasil para as Olimpíadas do Rio de Janeiro conseguiu o primeiro lugar com doze segundos de diferença para o segundo colocado na quarta etapa da competição, e conseguiu um bônus de 11 pontos.

O ciclista que corre pela equipe Lar Nossa Senhora Aparecida, competiu sozinho na sua categoria, e mesmo assim teve estratégia para vencer a etapa. “Eu não podia correr o risco de cansar logo no começo, me poupei e ataquei nas duas últimas voltas”, conta Cocuzzi.

Apesar de ser a primeira competição do ano, o atleta estava em um condicionamento físico bom na prova, o grande problema foram as dores. “A Volta foi boa, bem organizada, mas tive problemas com câimbra em todas as etapas. Foi um bom começo de temporada”, comentou o atleta.

Na categoria Juvenil vitória fica com equipe de Santa Catarina

Mesmo com a segunda colocação na quarta etapa da Volta Ciclística do Futuro, em São Carlos, Cayo Godoy terminou a competição em primeiro lugar no individual geral da competição.

O atleta que ainda não tinha conseguido a primeira colocação nas etapas anteriores, disputou de forma acirrada a última etapa com Rodrigo dos Santos Quirino, e conseguiu seis pontos de bônus com o segundo lugar.

Mesmo não ter a característica do contra relógio, primeira etapa da Volta do Futuro, Cayo pedalou atrás do resultado desde o inicio. “Tive uma boa colocação no contra relógio que não faço muito bem, a partir daí fiz uma estratégia com os meus colegas de equipe que deu certo”, diz o ciclista.

Além de estratégia, bom preparo físico, Cayo Godoy também contou com a sorte. “Foi surpresa quando o Rodrigo quebrou a bicicleta dele, depois disso eu trabalhei pra levar o título”, conta o atleta. A equipe de Cayo, Hidrorepell Tintas/ FME/ Bike Point/ SC, somou 15 pontos e também ficou com o primeiro lugar no pódio. “Foram 1200 quilômetros de Santa Catarina até São Paulo que valeram a pena”, brinca o atleta. Na Volta Ciclística do ano passado Cayo Godoy Ormenese ficou em segundo lugar geral da prova.