Copa América de Bicicross 2011 reúne feras do esporte em Indaiatuba

A prova terá transmissão ao vivo para todo o país pela Rede Globo de Televisão, dentro do Esporte Espetacular. / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga ComunicaçãoA prova terá transmissão ao vivo para todo o país pela Rede Globo de Televisão, dentro do Esporte Espetacular. / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga ComunicaçãoSão Paulo - O bicicross será a atração neste final de semana com a realização da Copa América de  Bicicross 2011. A competição, que reúne os melhores pilotos do país, no masculino e feminino, além de destaques do exterior, fará sua sexta edição na pista montada no Parque Ecológico de Indaiatuba. O brasileiro Renato Rezende é o atual campeão do torneio.

 

Neste sábado, dia 12, será realizada a fase de classificação que apontará os 55 pilotos para a prova principal. Das 9h às 9h30 será feita a assinatura de súmula e entrega de chip. Em seguida, serão realizadas duas tomadas de tempo para todos os pilotos, sendo a primeira das 9h45 às 12h, enquanto a segunda (não obrigatória) será entre 13h30 e 15h. Com isso, os pilotos terão duas chances para conseguir o melhor tempo. Após o Congresso Técnico, previsto para as 15h55, haverá troca de placas para a prova principal de domingo. Os treinos livres no domingo serão das 7h30 às 8h40, com o início da prova principal previsto para 9h20.

A sexta edição da Copa América de Bicicross já começa com novidade. Após cinco edições em Paulínia, o evento muda de local, passando para a cidade de Indaiatuba, também em uma pista de qualidade e que exigirá bastante dos pilotos. O alto nível técnico será garantido, mais uma vez, com a presença das feras da modalidade e a presença de vários destaques do circuito internacional. Esse intercâmbio, aliás, tem sido muito importante e mostra a evolução dos atletas nacionais.

O torneio masculino conta com a participação dos 150 melhores pilotos do ranking nacional, além de convidados do exterior. Entre os pilotos nacionais há vários destaques, como Renato Rezende, atual campeão da disputa e líder do ranking nacional; Ebert Silva, campeão paulista em 2010 e terceiro do ranking nacional; Gustavo Chiara, vice estadual e segundo do ranking. Deivlin Baltazar, campeão da Copa América de Bicicross em 2007; Daniel Jorge, vencedor em 2006, entre tantas outras feras da modalidade.

O sistema de disputa para a prova feminina prevê o convite as 25 melhores pilotos do Brasil acima de 15 anos. E a força da Copa América de Bicicross 2011 pode ser confirmada pela presença de nada menos do que cinco entre as top ten do ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). A paulista Bianca Quinalha, da cidade de Sorocaba, primeira do ranking, Naiara Silva, de São José dos Campos (SP), segunda; Thaise de Souza, de Marechal Cândido Rondon (SP), quarta colocada; Priscila Carnaval, também de Sorocaba, sexta; e Joanna Correia, de Paulínia (SP), em oitavo, já estão garantidas neste ano.
 
Em cinco provas realizadas, os estrangeiros venceram duas vezes, ambas com o argentino Ramiro Marino. O piloto, de 22 anos, estará de volta neste ano em busca de seu terceiro título e do empate na briga com os brasileiros - são três conquistas nacionais -, sendo uma das grandes atrações da Copa América de Bicicross 2011. Outro destaque é o venezuelano Jonathan Suarez, 28 anos, vice-campeão em Paulínia no ano passado, e que também conquistou o primeiro lugar nos Jogos Centro-Americanos do Caribe.

Quem também retorna ao Brasil é o norte-americano Travis Dillon, de 20 anos, quarto colocado em 2010, sem dúvida é outra grande fera da modalidade. Já o estreante da vez é o colombiano Augusto Castro. Aos 24 anos, ele teve uma temporada bastante positiva em no ano passado, garantindo a medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos nas categorias 20" e Cruiser, além de uma prata dos Centro-Americanos, em Porto Rico.

Sistema de disputa

O sistema de disputa do masculino prevê a participação de 150 dos melhores pilotos do país acima de 16 anos de acordo com o ranking nacional, que poderão fazer até duas tomadas de tempo no sábado. Destes 55 passarão para a prova principal no domingo, juntando-se aos pilotos pré-classificados, ou seja, os quatro melhores brasileiros de 2010 e os atletas estrangeiros convidados. Serão formadas baterias eliminatórias, até a definição do campeão da Copa América de Bicicross 2011. O feminino terá baterias eliminatórias, sem necessidade de tomada de tempos. As quatro primeiras pilotos passam para a prova principal de domingo, que terá oito participantes.

Campeões

Em cinco edições realizadas, o bicicross nacional leva vantagem sobre os estrangeiros. O Brasil venceu em 2006, com Daniel Jorge, 2007, como Daivlin Baltazar, e 2010, com Renato Rezende. Já os títulos de estrangeiros aconteceram em 2008 e 2009, ambos com o argentino Ramiro Marino. No feminino, que fez sua estreia em 2007, as vitórias foram de Ana Flávia Sgobin (07) e Mayara Perez (09 e 10).

 

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Curta - EA no Facebook