XXXI Volta Ciclística Cuiabá

 A competição será uma etapa de resistência, com a largada e chegada na avenida principal de Rosário Oeste.  O percurso terá 100 km de distancia / Foto: Divulgação A competição será uma etapa de resistência, com a largada e chegada na avenida principal de Rosário Oeste. O percurso terá 100 km de distancia / Foto: Divulgação

Cuiabá - A Federação Matogrossense de Ciclismo trabalha os detalhes finais para a grande abertura do certame ciclístico de 2011. A direção da federação abre o calendário de 2011, na cidade de Rosário Oeste, no dia 27 de fevereiro, com a clássica XXXI Volta Ciclística Cuiabá Guia. Uma prova que tem 31 anos de realização.  A competição será uma etapa de resistência, com a largada e chegada na avenida principal de Rosário Oeste. O percurso terá 100 km de distancia.

  Para Manoel Lima neste novo ano, a meta é fazer melhor que 2010, onde Mato Grosso conseguiu nove títulos nacionais, nas modalidades do Cross Country e Ciclismo Olímpico. "Temos dois Campeões nacional na cidade de Rosário Oeste, que são os atletas, Sandro Espessoto, que obteve o titulo máximo nacional de 2010 na categoria Juvenil e Lucas Rebeque que se sagrou Campeão pela categoria Infanto-juvenil", lembra o presidente da FMTC.

Para a prova de abertura, já está confirmado a presença de atletas de Cuiabá, Várzea Grande, Acorizal, Rosário Oeste, Tangará da Serra, Primavera do Leste, Barra do Garças, Cáceres, Pontes e Lacerda, Sorriso, Sinop e Rondonópolis. Cerca de 100 atletas largam nesta etapa de abertura, nas categorias Elite, Júnior, categoria Feminina, Infanto-juvenil, Juvenil, Sub-30, Máster 30-34, Máster 35-39, Máster 40-44, Máster 45-49, Máster 50-54 e Máster 55-59.

Na avaliação do dirigente, 2011 será um ano extremamente movimentado, pois está prevista a realização de muitas competições. Serão ao todo cerca de 75 eventos da modalidade de resistência. O ciclismo conseguiu índice para apresentar 43 pedidos de Bolsa Atleta junto a SEEL. Um fato muito positivo, para a direção da FMTC. "A nossa metodologia é fazer eventos com um alto grau de dificuldade aqui em Mato Grosso. Exigimos o máximo dos nossos atletas, e quando eles correm fora do Mato Grosso, não sentem tantas dificuldades, face aos outros adversários. Nossa forma de se fazer competições é nos moldes da UCI (União Ciclística Internacional), competição é sempre em auto-estrada e longas. Respeitando os limites de cada categoria", afirma o presidente da federação.

Prova disso é que Mato Grosso detêm os títulos nas categorias de base, que são a Infanto-juvenil e Juvenil, nos anipes masculinos e femininos.  Lima também cita que desde já, conta com o apoio do novo secretário de Estado de Esportes, Dr. Antônio Azambuja, que com certeza fará um trabalho fantástico na SEEL. "Nossa meta sempre foi de divulgar as potencialidades do Estado de Mato Grosso. O esporte é uma excelente ferramenta de marketing direto," finaliza Lima.

Informações pelo fone (65) 9284 8833 e e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Curta - EA no Facebook