Ginástica Rítmica estreia no Pan de Lima nesta sexta-feira

Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica - Conjunto  / Foto: Ricardo Bufolin/CBGSeleção Brasileira de Ginástica Rítmica - Conjunto / Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Lima - Após uma boa apresentação no treino de pódio nesta quinta-feira (1º), o Brasil faz nesta sexta (2) sua estreia na Ginástica Rítmica dos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019. A partir das 15h (horário de Brasília), Natalia Gaudio e Barbara Domingos, pelo individual, além da Seleção de conjunto, iniciam as disputas no Ginásio de Villa El Salvador.
 
As primeiras a competir serão as atletas do individual. No primeiro aparelho, que será o arco, Natalia será a sexta a competir e Bárbara a décima. A ordem de entrada das brasileiras se repetirá na rotação seguinte, com a bola.
A partir das 17h30, começará a competição do conjunto e o Brasil será o último a se apresentar, no aparelho de cinco bolas.
 
No sábado (3), estão previstas as apresentações qualificatórias dos últimos aparelhos. Barbara Domingos será a primeira a se apresentar, enquanto Natalia Gaudio será a 14º nas maças e fita, também a partir das 15h às 17h30, começará a apresentação da segunda rotina do conjunto, com três arcos e dois pares de maças.
 
As medalhas do individual geral e do conjunto serão definidas no próprio sábado. No domingo (4) e segunda-feira (5), serão realizadas as finais por aparelho.
 
A treinadora do individual do Brasil, Monika Queiroz, acredita que Natalia e Barbara terão uma competição muito dura pela frente. “Elas estão vivendo uma experiência importantíssima em suas carreiras. Representar o Brasil no maior evento esportivo continental é uma honra e uma grande responsabilidade”, afirmou Monika, que prefere não fazer projeção de medalhas. “Espero que elas possam competir mostrando suas séries com mínimo de faltas possíveis. A medalha será consequência”, explicou, lembrando que as maiores rivais serão as ginastas dos Estados Unidos, Canadá, México e Argentina.
 
Conjunto tenta manter hegemonia - Com uma equipe renovada, a Seleção Brasileira de conjunto tenta manter em Lima a hegemonia em Jogos Pan-Americanos. Desde o Pan de Winnipeg-1999, a equipe conquistou todas as medalhas de ouro por equipe. Em Lima, a técnica e Coordenadora de Seleções da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) terá uma equipe formada pelas ginastas Deborah Medrado, Camila Rossi, Nicole Pircio, Vitória Guerra e Beatriz Linhares.
 
“Estamos com um time jovem e promissor, que está estreando em Jogos Pan-Americanos. Mas apesar destes fatores, viemos preparadas para encarar todos os desafios. Vamos dar nosso melhor e brigar mais uma vez pelo título”, disse Camila, apontando os conjuntos do México e Estados Unidos como os maiores rivais do Brasil na briga pela medalha de ouro.
 
Histórico de medalhas - Na história da Ginástica Rítmica em Jogos Pan-Americanos, o Brasil ocupa o terceiro lugar no quadro geral de medalhas da modalidade, com 23 no total. Foram 12 de ouro, três de prata e oito de bronze.
 
Destas medalhas, 15 vieram pela Seleção de conjunto (12 de ouro, duas de prata e uma de bronze). No individual, foram uma de prata e sete de bronze até hoje. O melhor resultado nesta prova foi obtido por Angélica Kvieczynski, prata em Guadalajara-2011. A primeira medalha na história da Ginástica Rítmica do Brasil em Pan-Americanos veio na prova geral de grupo em Havana-1991.
 
Programação da Ginástica Rítmica em Lima-2019
 
Dia 2 (sexta-feira)
15h – Classificatória do individual geral (arco e bola)
17h30 – Classificatória do conjunto (cinco bolas)
 
Dia 3 (sábado)
15h – Classificatória (maças e fita) e final do individual geral
17h30 – Classificatória (3 arcos e 2 pares de maças) e final do conjunto geral
 
Dia 4 (domingo)
18h – Finais por aparelho individual (arco e bola)
20h – Finais por aparelho conjunto (cinco bolas)
 
Dia 5 (segunda-feira)
15h – Finais por aparelho individual (maças e fita)
17h – Finais por aparelho conjunto (3 arcos e 2 pares de maças)
 
As convocadas
 
Individual
• Natália Gaudio
• Bárbara Domingos
 
Conjunto
• Deborah Medrado
• Camila Rossi
• Nicole Pircio
• Vitória Guerra
• Beatriz Linhares
 
Treinadoras
Camila Ferezin (conjunto)
Monika Queiroz (individual)
Chefe de equipe
Bruna Martins
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook