Irmãos do boxe buscam medalha em nome do pai | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Irmãos do boxe buscam medalha em nome do pai

Yamaguchi Falcão/ Foto: DivulgaçãoYamaguchi Falcão/ Foto: Divulgação

Londres- Touro Moreno é figura folclórica do boxe nacional. Ainda hoje, aos 75 anos, e a despeito dos apelos dos filhos, vez por outra sobe aos ringues para enfrentar adversários até 30 anos mais novos. O lutador é a inspiração de Yamaguchi Falcão e Esquiva Florentino na busca por medalhas em Londres 2012. Os irmãos lutadores se preparam para tentar levar o Brasil de volta ao pódio após 44 anos – em 1968, Servílio de Oliveira conquistou o melhor resultado do país nos Jogos Olímpicos ao ficar com o bronze na Cidade do México – e, quem sabe, oferecer duas medalhas ao pai e mentor.

 

“Estamos realizando a maior felicidade de um pai que tem filhos atletas. Estamos os dois nos Jogos Olímpicos e já disse em casa que viemos buscar a medalha para ele”, prometeu Esquiva, lembrando que Touro Moreno  já estava satisfeito com um filho classificado. “Ele comemorava o fato de ter um atleta nos Jogos e acabou com dois. Ficou explodindo de felicidade quando veio a confirmação. É uma emoção enorme estar aqui com meu irmão, a presença dele traz uma união que vai ajudar muito dentro e fora do ringue. Com união, tudo dá certo”.
 
Enquanto Esquiva, de 22 anos, já tinha vaga garantida em Londres 2012 desde outubro do ano passado, quando conquistou a medalha de bronze entre os médios (até 75kg) no Mundial de Baku, no Azerbaijão, o irmão mais velho, Yamaguchi, de 24, só carimbou o passaporte para os Jogos no Pré-Olímpico das Américas, em maio deste ano. Além de duplicar a alegria do pai, o lutador, que subiu de peso e agora se arrisca entre os meio-pesados (até 81kg), evitou uma segunda decepção, depois de ficar perto da classificação para Pequim 2008 e bater na trave. Agora, a festa está perto de ficar completa.
 
“A equipe já é uma família, mas o fato de ter meu irmão aqui deixa tudo ainda melhor. Agora meu pai tem duas cartas em Londres e uma delas há de render uma medalha. Tomara que as duas rendam, para ficar completo”, torce Yamaguchi, festejando também a liberdade para aproveitar as cobiçadas refeições da chef Roberta Sudbrack, responsável pelo cardápio do Crystal Palace. “Com a mudança de categoria, tenho dificuldade para chegar aos 81kg, então não tenho que abrir mão de nada. Muito pelo contrário, posso comer de tudo e ainda assim vou ter que ver se chego lá na hora da pesagem. Enquanto todo mundo está se sacrificando para não comer tanta coisa gostosa, eu posso abusar”, comemora.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook