Já classificado para as quartas, Brasil perde para a Rússia | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Já classificado para as quartas, Brasil perde para a Rússia

Já classificada, seleção feminina de handebol perde para Rússia (31 a 27), mas ainda pode ficar em primeiro no Grupo B/ Foto: Divulgação

Londres- Já classificada para as quartas de final, a seleção feminina de handebol perdeu a invencibilidade no torneio olímpico de handebol. A derrota sofrida nesta sexta-feira, 3 de agosto, para a Rússia (31 a 27) na quadra do Cooper Box, entretanto, não abalou a confiança das jogadoras com relação à próxima fase da competição. Para conquistar a primeira colocação no Grupo B, a equipe terá de vencer a seleção de Angola (de preferência por um bom saldo de gols) no próximo domingo, dia 5, e aguardar os demais resultados da rodada.
 
A ponta Alexandra, um dos destaques da seleção brasileira, foi a artilheira da partida, com nove gols. A jogadora do Hypo, da Áustria, disse que o maior problema do Brasil foi não ter conseguido passar pela defesa russa. “É uma defesa muito alta e o nosso objetivo era tentar rompê-la com deslocamentos. Poucas vezes conseguimos fazer isso. Faltou um pouco de paciência para entrar nesta defesa”, concluiu Alexandra, acrescentando que os erros ofensivos acabaram proporcionando contra-ataques mortais da Rússia: “Se você faz o gol lá na frente, não há contra-ataque”.   
 
Para o técnico Morten Soubak, a Rússia foi superior na partida desta sexta-feira. “O time demorou para reagir após os cinco primeiros minutos ruins e por isso tivemos que correr atrás do marcador o tempo todo. Mesmo assim, tivemos chances no fim, mas erramos três lances livres, que se transformaram em contra-ataques delas”, ressaltou o treinador.
 
Morten frisou que para a partida contra Angola e toda a sequência dos Jogos Olímpicos o time terá de melhorar ofensivamente. Segundo ele, não existe preferência por adversário nas quartas de final. “Estou assistindo às partidas da outra chave, mas como ainda não há uma definição, não posso fazer previsões. Penso agora no jogo contra Angola”, garantiu Morten, que elegeu a França como a seleção tecnicamente acima das demais neste torneio.
 
Já a goleira Chana lembrou que o Brasil venceu esta mesma Rússia no Mundial realizado ano passado em São Paulo. Segundo ela, o jogo desta sexta-feira não era o mais importante da competição.
 
“Hoje elas acertaram mais e, em contrapartida, nós não apresentamos o mesmo sistema defensivo do Mundial. Mas a gente sabe que nosso jogo mais importante é o das quartas de final. Estamos com a cabeça a voltada para ganhar este jogo, que nos levará à disputa de uma medalha. Não importa ser primeiro ou quarto do grupo. Até porque teremos um adversário difícil pela frente. O que vale é que já nos classificamos”, disse Chana.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook