Dueto entra na piscina com corpo e alma | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Dueto entra na piscina com corpo e alma

Lara Teixeira e Nayara Figueira apresentam coreografia com canção de Arnaldo Antunes/ Foto: Isabel CataldiLara Teixeira e Nayara Figueira apresentam coreografia com canção de Arnaldo Antunes/ Foto: Isabel Cataldi

Londres- O dueto de nado sincronizado formado por Nayara Figueira e Lara Teixeira entra na piscina do Centro Aquático dos Jogos Olímpicos Londres 2012, neste domingo, 5 de agosto, com o objetivo de chegar à final da competição. Será a segunda vez de ambas numa edição dos Jogos e, para conseguir a meta desejada, o entrosamento é um dos segredos. “Somos muito amigas e acho que esse é o ponto forte do nosso dueto. Conseguimos nos entender só de uma olhar pra outra”, conta Nayara. “Estamos juntas há cinco anos. Com certeza passo mais tempo com ela do que com o namorado e a família! Mas convivemos muito bem. Somos amigas dentro e fora da piscina, isso ajuda bastante”, concorda Lara.
 
 A última etapa do caminho para Londres foi de muito treino. Ao chegar à Inglaterra, as duas aproveitaram a estrutura do Crystal Palace para continuar a preparação. “Estamos em um ritmo bem forte. Nunca treinamos tão intensamente e principalmente antes da competição. Estamos nos sentindo bem confiantes com toda essa nova rotina”, diz Lara. Na piscina de competição, apenas dois dias foram programados. “Mas isso não será problema, pois no pré-olímpico já competimos lá”, continua.
 
Nayara diz como serão as rotinas do dueto. “A rotina técnica será uma ópera rock onde usaremos um maiô do Romero Britto. Já na rotina livre, nadaremos com o tema O Corpo. A música é do Arnaldo Antunes e no maiô deixamos claro o corpo humano, representado pelo aparelho circulatório, coluna vertebral. E estamos inovando, usando uma touca com o desenho do cérebro”, adianta.
 
Uma das providências tomadas para Londres 2012 foi a contratação da técnica canadense Leslie Sproulie. “A Leslie vem da escola canadense, que é mais técnica do que a brasileira. Ela tem uma bagagem muito boa, muita experiência com o esporte. Ela fez a diferença na preparação”, diz Lara.
 
Ela sabe que há adversárias fortes na competição e aponta quatro grandes favoritas. “Rússia, China, Espanha e Canadá são os duetos mais fortes”. A companheira, Nayara, aponta quem seriam os adversários diretos do Brasil na meta de ficar entre as 12 melhores. “Nós estamos brigando com Grécia, Estados Unidos, Inglaterra, França e Coreia do Sul. Nossa disputa é para entrar na final olímpica e esse bloco pode ir do 8° ao 13° lugar”, explica. O que elas têm a favor agora é a experiência.  “Com certeza amadurecemos muito desde Pequim. Agora, nós já sabemos como é estar em uma edição de Jogos Olímpicos. Acho que não vamos ficar tão intimidadas com a grandiosidade do evento”, encerra Nayara.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook