Thomaz Bellucci acredita que sistema de jogo em Londres 2012 equilibra o torneio

Thomaz Bellucci acredita que sistema de jogo em Londres 2012 equilibra o torneio/ Foto: DivulgaçãoThomaz Bellucci acredita que sistema de jogo em Londres 2012 equilibra o torneio/ Foto: Divulgação 

Londres- Referência mundial do tênis, Wimbledon recebe os Jogos Olímpicos pela segunda vez – a primeira foi em 1904. Três semanas depois de disputarem o troféu mais cobiçado do esporte, os principais tenistas do mundo voltam às quadras de grama do All England Lawn Tennis Club, a partir deste sábado, 28, para lutar por uma medalha olímpica. Pela segunda vez consecutiva, Thomaz Bellucci é o representante brasileiro no torneio de simples e tem um compromisso difícil logo na estreia: enfrentar o francês Jo-Wilfred Tsonga, sexto do mundo e semifinalista do torneio de Wimbledon em 2012.

 

“Terei um jogo duro pela frente. Tsonga sempre teve um bom desempenho na grama e jogou muito bem em Wimbledon, no mês passado”, afirma Bellucci. “Tenho que entrar com tranquilidade. Jogos decididos em três sets são mais equilibrados do que os de cinco, quando se torna mais complicado bater os favoritos”, acredita.
 
No torneio de duplas, Bellucci joga com o experiente André Sá, que participa dos Jogos pela terceira vez – nas duas vezes anteriores, ficou nas oitavas. Os dois estreiam contra os irmãos Mike e Robert Bryan, dos Estados Unidos, cabeças-de-chave número um do torneio. “Já joguei com o André algumas vezes. Temos apenas que acertar o nosso posicionamento em quadra”, diz Bellucci. A dupla formada por Marcelo Melo e Bruno Soares joga contra os americanos John Isner e Andy Roddick.
 
Durante as últimas semanas, Thomaz Bellucci, 40º do mundo, alcançou seus melhores resultados no ano: venceu o ATP de Gstaad e o Challenger de Braunschweig e foi semifinalista do ATP de Stuttgart. “Esse é o meu melhor momento no ano. Cheguei aqui com a confiança em alta, depois de ter recuperado o meu melhor tênis. Tive momentos complicados no início da temporada, quando não alcancei bons resultados, mas estou feliz de voltar à boa fase”.
 
A melhor campanha do tênis brasileiro nos Jogos Olímpicos foi alcançada por Fernando Meligeni, em Atlanta, em 1996. O tenista terminou a campanha em quarto lugar, após perder a disputa do bronze para o indiano Leander Paes por 2 sets a 1 (3/6, 6/2 e 6/4).  Em 1992 e 2000, Jaime Oncins e Gustavo Kuerten, respectivamente, alcançaram as quartas.
 
O tênis esteve presente nos Jogos Olímpicos entre 1896 e 1924, antes de entrar em um hiato que durou 60 anos. O torneio olímpico em Londres tem 64 jogadores que se enfrentam em sistema de mata-mata. Na competição de duplas, serão 32 equipes – o Brasil terá duas duplas. Ao contrário do que acontece no Torneio de Wimbledon, as partidas serão disputadas em melhor de três sets – com exceção da final masculina, que terá cinco sets – e os tenistas estão autorizados a usar uniformes coloridos.