Hugo Parisi termina Rio 2016 na 16ª posição

Hugo Parisi / Foto: Satiro Sodré / SSPress / CBDAHugo Parisi / Foto: Satiro Sodré / SSPress / CBDA

Rio de Janeiro - Hugo Parisi encerrou a participação nos Jogos Olímpicos Rio 2016, neste sábado, 20/08, com o 16º lugar na semifinal da plataforma masculina. Há 68 anos o Brasil não conseguia ultrapassar as eliminatórias na prova de plataforma masculina dos saltos ornamentais. Após quatro edições participando dos Jogos Olímpicos, o saltador brasileiro entrou na fase seguinte e, embora não existisse a etapa semifinal nos Jogos realizados há mais de 60 anos, em colocação, ele se iguala a Haroldo Mariano, também 16º na mesma prova, na edição de Londres 1948.
 
"Saio muito satisfeito. Lógico que a gente sempre quer mais, mas dentro do que a gente treinou e eram nossas expectativas, estamos muito felizes. Com certeza tenho coisas para ajustar tanto na prova de ontem, quanto na prova de hoje, o exemplo disso é o primeiro salto, que não consegui encaixar de novo. Agora é aproveitar o momento, vou ter um descanso, depois voltar e corrigir todos esses erros", disse.
 
A surpresa do dia ficou por conta do britânico Tom Daley, bronze na plataforma em Londres 2012 e no trampolim sincronizado no Rio de Janeiro, que terminou as eliminatórias em primeiro lugar e devido a erros e baixas em três da série de seis saltos caiu para o 18º das semifinais, ficando fora da disputa por medalhas.
 
"Uma coisa que venho falando é “competição é competição” e tudo pode acontecer. Às vezes as pessoas falam “esse cara já ganhou”, mas a prova real foi isso que aconteceu hoje, em que o Thomas Daley fez. Ontem ficou a 10 pontos do recorde dele, com uma nota muito alta, e hoje a pontuação, para ele, muito baixa. Estou bem feliz, os atletas que tinham aqui eram muito bons. Eu tive erros, mas saltei bastante bem. Como a minha série tem um grau de dificuldade inferior dos melhores atletas fica difícil acompanha-los. Eu estava tentando fazer bem e tinha que contar com os erros dos outros. Acho que minha parte eu consegui fazer e graças a Deus fui o 16º", afirmou.
 
Contrariando a lógica de que os melhores resultados são obtidos na juventude, não apenas Hugo Parisi, de 32 anos, melhorou seus resultados, mas este ano Cesar Castro, na decisão, repetiu sua final de Atenas 2004 na disputa do trampolim de 3 metros.
 
"Não imaginava chegar nesta semifinal, mas a gente se preparou muito para isso, mesmo com pouco treino. Tive pouco treino físico, mas tive muito treino mental e acho que isso foi a grande diferença para eu conquistar esse resultado. Acho que fica muito mais do que provado que se você está com a cabeça ali, muito focada no seu sonho, dá para correr atrás dele. Vou continuar saltando, por mais um ou dois anos, e depois disso quero ajudar os Saltos Ornamentais a crescer", finalizou Hugo Parisi.
 
Rodadas de Saltos
 
Hugo Parisi – Plataforma – Semifinal (20.8)
 
1ª salto – 57.60- 18º 
2º salto – 72.00 - 18º - Parcial: 129.60
3º salto – 64.35 – 16º - Parcial: 193.95
4º salto – 78.40 - 16º - Parcial: 272.35
5º salto – 68.00 - 18º - Parcial: 340.35
6º salto - 76,80 – 16º - Parcial: 417.15
 
Histórico — Hugo Parisi
 
Atenas 2004 — 32º (325.08)
 
Pequim 2008 — 19º (412.95)
 
Londres 2012 — 30º (363.70)
 
Rio de Janeiro 2016 — 16º (417.15)
 
Saltadores brasileiros - Principais colocações olímpicas individuais
 
1920 - Antuérpia - Adolpho Wellish – 7º (Plataforma)
 
1948 - Londres - Milton Busin - 11º  (Trampolim 3m) / Haroldo Mariano – 16º (Plataforma)
 
1952 - Helsinque - Milton Busin – 6º (Trampolim 3m)
 
1956 - Melbourne  - Mary Dalva Proença – 16º (Plataforma)
 
2000 - Sydney - Cassius Duran - 14º (Semifinal — Trampolim 3m)
 
2004 - Atenas – César Castro - 9º (final)
 
2004 - Atenas – Juliana Veloso – 16ª (Semifinal - Plataforma)
 
2004 - Atenas – Juliana Veloso – 18ª (Semifinal - Trampolim)
 
2012 – Londres – César Castro - 17º (semifinal)
 
2016 – Rio de Janeiro - César Castro – 9º (final)
 
2016 - Rio de Janeiro - Hugo Parisi - 16º (semifinal)
 
 
Veja Também: 

 

 

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook