Bagio comemora índice olímpico da marcha 20km em Portugal | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Bagio comemora índice olímpico da marcha 20km em Portugal

Bagio é o terceiro brasileiro com índice na prova / Foto: Esporte Alternativo

Rio de Janeiro - O catarinense José Alessandro Bagio conseguiu neste sábado o índice olímpico nos 20 km durante a disputa do 25º Grande Prêmio Internacional de Rio Maior de Marcha, prova que integra o 14º World Challenge da IAAF, em Portugal. O brasileiro da AABLU (SC) terminou a competição em quinto lugar, com o tempo de 1:22:15, superando a marca exigida de 1:24:00.
 
Com isso, ele é o terceiro marchador qualificado para a prova. Antes dele, já haviam garantido índice Caio Bonfim, com 1:20:44, sexto colocado no Mundial de Pequim, e Moacir Zimmermann, com 1:22:43, marca alcançada há 20 dias, em Dudince, na Eslováquia.
 
Bagio, que fez um treinamento em altitude no México, conquistou no último domingo (dia 03) a medalha de prata no Campeonato Sul-Americano de Guayaquil, no Equador, sendo superado pelo equatoriano Andrés Chocho, que neste sábado ficou com o bronze, com 1:21:58.
 
O campeão foi o espanhol Álvaro Martin, com 1:21:03, seguido do sul-africano Lebongang Shange, com 1:21:23. Caio Bonfim (CASO-DF), o principal marchador brasileiro, foi desqualificado quando estava na terceira colocação. "Os marchadores sul-americanos, de uma maneira geral, sofreram com a arbitragem. Todos que estavam na frente terminaram pendurados. Isso faz parte do esporte", comentou João Sena, pai e treinador de Caio, qualificado para os Jogos do Rio também nos 50 km.
 
Outros dois brasileiros participaram da prova. Bruno Fidelis (FECAM-PR) ficou em 15º lugar, com 1:26:59, enquanto Max Batista dos Santos (CASO-DF) terminou em 20º, com 1:28:53.
 
Prova feminina
 
Entre as mulheres, Erica Rocha de Sena (Orcampi/Unimed) foi novamente o destaque. Ela completou os 20 km em quarto lugar, com 1:28:40, ficando próximo ao seu recorde sul-americano de 1:28:22, estabelecido no dia 19 de março em Dundice, na Eslováquia.
 
Também participaram outras duas brasileiras da competição. Liliane Priscila Barbosa (ABC-DF) ficou em 18º lugar, com 1:48:54. Já Cisiane Dutra Lopes (AASD-PE), assim como Erica, já qualificada para a Olimpíada, abandonou a prova por causa de dores nos joelhos.
 
O pódio foi formado pela chinesa Shenjie Qieyang, campeã com o tempo de 1:27:52, e pelas italianas Eleonora Giorgi (1:28:20) e Elisa Rigaudo (1:28:31).
 
Veja Também: 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook