Delegações fazem festa na abertura do Mundial de Va'a | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Delegações fazem festa na abertura do Mundial de Va'a

As disputas começam nesta quarta-feira, dia 13 / Foto: Divulgação / CBCa

Rio de Janeiro - As disputas do Campeonato Mundial de Va´a começam nesta quarta-feira (dia 13), a partir das 8h, no Estádio de Remo da Lagoa, zona sul do Rio de Janeiro, reunindo cerca de 700 atletas convencionais e paraolímpicos de 19 países.  Porém, nesta terça-feira (dia 12) à tarde, os competidores já mostraram muita alegria durante a cerimônia de abertura do Mundial, em uma festa cheia de dança e manifestações culturais. Numa tarde ensolarada, as delegações desfilaram e acompanharam a uma apresentação do grupo Acorda Capoeira,  simbolizando um pouco da cultura brasileira.
 
Entre os atletas, uma mistura de experiência e juventude. A brasileira Debora  Benevides, de apenas 18 anos, que acaba de retornar do Campeonato Mundial de Velocidade e Paracanoagem 2014, em Moscou, no qual conquistou o quarto (V1 200m LTA) e o quinto lugares (V1 200m TA), espera melhorar seu desempenho no Rio. "Sei que estou bem, remando certo, mas preciso fazer o meu melhor para vencer os adversários, todos eles de altíssimo nível", diz Débora, canoísta de Mato Grosso do Sul que tem as duas pernas atrofiadas por má formação congênita. Ela começou a praticar Va´a há oito meses e vem despontando como uma das promessas na modalidade.  
 
Por outro lado, o Mundial reunirá nomes consagrados do esporte. É o caso do havaiano Maël Carey, de 39 anos, que soma em seu currículo cinco títulos mundiais. No Rio, ele vai disputar três provas, inclusive o V1 (individual) open. "O Mundial parece estar muito bem organizado e estou feliz por estar pela primeira vez no Brasil. A Lagoa Rodrigo de Freitas oferece um cenário perfeito para a disputa", comentou.
 
O presidente da Federação Internacional de Va´a, Charles Villierme, disse que espera um Mundial ainda mais competitivo do que o anterior, em Calgary, no Canadá, em 2012. "O Taiti não disputou o último Mundial. Aqui no Rio teremos todas as principais forças. Além do Taiti, o Havaí, a Austrália e a Nova Zelândia. O Rapa Nui também tem um grande time para a competição", destacou.
 
Já  o presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, João Tomasini, também presente à cerimônia de abertura, afirmou que o Mundial é importante para dar visibilidade ao esporte e unir a família da canoagem.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook