Melo e Soares estreiam nesta quarta-feira no Rio Open

Marcelo, em busca do primeiro título no Rio Open  / Foto: João Pires / FotojumpMarcelo, em busca do primeiro título no Rio Open / Foto: João Pires / Fotojump

São Paulo - Marcelo Melo e Bruno Soares, cabeças de chave número 1, estreiam nesta quarta-feira (20) no Rio Open, ATP 500 que está sendo realizado nas quadras de saibro do Jockey Clube Brasileiro. 
 
Os mineiros, que estão juntos pela segunda vez para a disputa no Rio – a primeira foi em 2016 -, enfrentarão o italiano Fabio Fognini e o argentino Juan Ignacio Londero, buscando vaga nas quartas de final.
 
Representantes do Brasil na Copa Davis, Melo e Soares estão formando a dupla apenas para entrar em quadra no Rio. Ao longo da temporada, Marcelo segue com seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot, com quem estará na próxima semana, no México, no ATP 500 de Acapulco.
 
Quando jogaram juntos, em 2016, Melo e Soares chegaram às semifinais. Agora, querem dar ao Brasil a primeira conquista no Rio Open. “O Bruno e eu faremos o máximo para buscar o título deste ano. O carinho e apoio da torcida, aqui, são sempre muito especiais, sensacional”, afirma Marcelo, patrocinado por Centauro, BMG e Itambé, com o apoio da Volvo e Confederação Brasileira de Tênis.
 
No domingo (17), dia de encerramento do qualifying do Rio Open, Melo e Soares fizeram um jogo exibição de duplas mistas, no Jockey Club Brasileiro. Marcelo jogou com Beatriz Haddad Maia e Bruno com Teliana Pereira. Marcelo e Bia venceram por 2 sets a 0, com parciais de 4/3 e 4/1.
 
Quatro títulos e três recordes em 2018 – O brasileiro Marcelo Melo, 35 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 36 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2018, Melo e Kubot disputaram 63 jogos, em 25 torneios, com 41 vitórias, conquistando quatro títulos: ATP 250 de Sidney, na Austrália; ATP 500 de Halle, na Alemanha; ATP 500 de Beijing e Masters 1000 de Xangai, ambos na China. Nos Grand Slam, foram vice-campeões no US Open, em Nova Iorque (EUA).
 
O ano marcou três recordes na carreira de Marcelo: passou a ser o tenista brasileiro com maior número de semanas no topo do ranking - 56; recordista brasileiro em número de títulos da ATP, encerrando 2018 com 32; e o jogador brasileiro que mais vezes disputou o ATP Finals - seis vezes.
 
Principais conquistas na carreira - Entre os 32 títulos de Melo na carreira, todos em duplas, dois são Grand Slam – Roland Garros, na França (2015) e Wimbledon, em Londres (2017) e nove Masters 1000, além de sete ATP 500 e 14 ATP 250. Pelo 12º ano consecutivo comemorou ao menos um título por temporada.
 
O primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam - Roland Garros 2015 e Wimbledon 2017 -, além de um vice em Londres (2013) e um vice (2018) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Xangai 2018 chegou ao nono, depois de ganhar Xangai (2013 e 2015), Paris (2015 e 2017), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).
 
Temporada 2018
 
Títulos:
ATP 250 – Sidney (Austrália), rápida
ATP 500 - Halle (Alemanha), grama
ATP 500 - Beijing (China), rápida
Masters 1000 - Xangai (China), rápida
 
Veja Também: 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook