Jovem geração de quenianos campeões já está em Fortaleza | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Jovem geração de quenianos campeões já está em Fortaleza

Os quenianos Japhet Kipyegon Korir, Reuben Bett, Purity Kirui, David Kiprotich Bett, Bernard Mbugua, David Mutinda e Justine Cheruiyot  / Foto: Wagner Carmo/CBAtFortaleza - A equipe queniana que disputará o 7º Grande Prêmio Internacional Caixa Unifor de Atletismo chegou na madrugada desta segunda-feira, dia 09 de Maio, a capital cearence. O GP, que abre o Brazilian Athletics Tour 2011, será disputado na próxima quarta-feira 11, a partir das 19:30, no Estádio de Atletismo da Universidade de Fortaleza.

Representantes da nova geração do país africano, celeiro de grandes campeões nas corridas longas, os jovens atletas estão confiantes para competição. Entre os sete nomes que já estão no Marynna Park Hotel, destacam-se David Mutinda Mutua, David Kiprotich Bett e Purity Cherotich Kirui, campeões do Mundial de Juvenis, realizado pela IAAF na cidade de Moncton, no Canadá, no ano passado.

David Mutua acredita que pode alcançar uma boa marca nos 800 m. "Deixei de competir em Doha (na abertura da Diamond League) para me preparar melhor para este Meeting", disse Mutua de 19 anos. Ele terá pela frente o vice-campeão olímpico em Pequim 2008, Ismail Ahmed, do Sudão, além dos brasileiros Kleberson Davide, vice-campeão pan-americano, e Fabiano Peçanha, bronze no PAN 2007.

David Kiprotich Bett, 18 anos, foi ouro nos 5.000 m no Mundial Juvenil. "Aqui em Fortaleza espero correr abaixo de 13:20.00", disse o atleta, sem esconder a timidez.

Única representante feminina no grupo, Purity Cherotich Kirui, 19 anos, ficou com o ouro no Canadá na mesma prova que disputa em Fortaleza: os 3.000 m com obstáculos. Purity admite a condição de favorita na prova. "Espero vencer", resumiu de forma tranquila. Sobre ser a única garota do grupo, ela garante que é bom: "Eles tomam conta de mim."

Bernard Mbugua é o mais experiente do grupo, com 26 anos. Ocupa a 14ª colocação no Ranking Mundial dos 3.000 m com obstáculos com 8:16:22. Irmão de David, Reuben Bett já fez os 800 m em menos de 1:45.00. "Só espero que não esteja tanto calor", disse.

Outros dois atletas do Quênia, Justine Cheruiyot e Japhet Kipyegon Korin prometem boas marcas nos 5.000 m. Cheruiyot veio da Espanha, onde estava treinando. Korin saiu direto do Quênia para Fortaleza. Em 2010 ele ganhou a medalha de bronze na prova juvenil do Mundial de Cross Country disputado na Polônia.

Ricardo D'Angelo, do Conselho Técnico da CBAt e especialista em corridas longas, comenta: "São nomes que em futuro próximo estarão brilhando nos grandes eventos na categoria principal, como o Campeonato Mundial (na Coreia do Sul, em agosto próximo) e nos Jogos Olímpicos (Londres, no ano que vem

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook