CBG emite nota oficial sobre os casos de assédio divulgados no domingo

O ex-técnico da seleção brasileira de ginástica Fernando de Carvalho Lopes Foto: RicardoBufolin/CBGO ex-técnico da seleção brasileira de ginástica Fernando de Carvalho Lopes Foto: RicardoBufolin/CBG

São Paulo - No último domingo, dia 29, o Programa Fantástico exibiu uma reportagem mostrando que 40 ginastas - entre eles atletas e ex-atletas - sofreram abusos sexuais do ex-técnico da Seleção Fernando de Carvalho Lopes. O treinador está afastado da seleção faz dois anos justamente por uma denúncia feita pelos pais de um atleta de assédio sexual.
 
Na noite desta segunda-feira, dia 30, a CBG exibiu uma nota de repúdio ao treinador e qualquer ato de abuso para com os atletas. Na nota a entidade deixa claro que tomará providências - junto aos orgão públicos - para punição do treinador.
 
Confira abaixo a nota na íntegra:
 
"Relativamente à matéria exibida neste domingo no Programa Fantástico, da Rede Globo, a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), por meio desta, informa que adotará providências urgentes, em consonância com orientações do Ministério Público do Trabalho, órgão que tem cooperação nessa área, no sentido de avaliar o melhor procedimento que o caso requer. 
 
De todo modo, vale ressaltar previamente que a entidade fará a oitiva do treinador Marcos Goto sobre a acusação de comportamento inadequado.
 
Quanto aos aspectos preventivos e até repressivos na temática vale reiterar, conforme link abaixo, que a CBG firmou ajuste com o Ministério Público do Trabalho para combate à assédio e abuso moral e sexual, manipulação de resultado, doping e outras formas de violência ou fraudes no esporte.
 
A instituição já realizou seminário bastante exitoso em parceria com o COB acerca do assunto e implementou ações e atividades educativas e preventivas nesse aspecto. No mesmo sentido, foi aprovado na assembleia geral da CBG o código de ética, e está sendo composto o comitê de ética e integridade da Confederação para processo e julgamento de casos relacionados ao descumprimento da codificação mencionada.
 
Nenhum caso de Assédio ou Abuso ficará sem rigorosa apuração e eventual sanção, conforme a hipótese."
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook