Competição em alto nível nas águas do Rio das Cinzas | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Competição em alto nível nas águas do Rio das Cinzas

Disputa ocorreu em Tomazina (PR) / Foto: Divulgação CBCa

Rio de Janeiro - Depois de três dias de disputas, os 111 canoístas se despedem das corredeiras do Rio das Cinzas, em Tomazina, no Paraná. Aconteceu neste final de semana na cidade a 1ª Etapa da Copa Brasil e a continuação da Seletiva Nacional com a presença dos melhores canoístas do país. Pelo K1 Masculino Sênior Pedro Henrique Gonçalves conseguiu o primeiro lugar fazendo a prova em 85.26 segundos.
 
“Trabalhei muito em cima de mim mesmo nos últimos anos e hoje estou colhendo os frutos”, lembra o pirajuense.  Felipe da Silva Leite foi o melhor no K1 Masculino Junior fechando a melhor descida em 105.93. No K1 Masculino Master o piracicabano Gustavo Gozzo venceu com 105.96 segundos.
 
Na disputa pelo K1 Feminino Sênior, Ana Sátila sem surpresas levou a melhor e afirmou seu favoritismo. A jovem de 18 anos fez o tempo de 98.23 segundos no K1 e também levou o C1 Feminino (108.85) no evento. Seguindo os passos da família, a irmã de Ana, Olmira Maria foi à vencedora do K1 Feminino Junior (111.60). Já no K1 Masculino e Feminino Menor, Guillherme Schena e Beatriz de Paula Motta foram os campeões das categorias, respectivamente.
 
O Iguaçuense Felipe Borges concluiu o percurso em 95.38 segundos e levou o C1 Masculino Sênior. No C1 Masculino Menor Antony Carlos de Macaé venceu a disputa (121.88). Já pelo C1 Masculino Junior Maicon Borba, de Foz do Iguaçu (PR), ficou em primeiro com o tempo de 103.02. “Isso foi muito bom pra mim e estou muito feliz pelo meu desempenho”, disse o atleta que também conseguiu o ouro no C2 Masculino Junior com o seu colega Carlos Eduardo descendo em 110.59 segundos os obstáculos no Rio das Cinzas. Já a melhor dupla nacional em 2013 disputando o C2 Masculino Sênior, Anderson Santos e Charles Corrêa conquistaram mais um título concluindo em 105.39 segundos a prova.
 
Na avaliação de Guille Diez-Canedo, auxiliar técnico da Equipe Permanente, as condições naturais do Rio das Cinzas é boa. “É uma excelente pista para uma prova de Copa do Brasil ou uma pista alternativa para os treinos”. Para ele agora o foco dos atletas é em relação às competições internacionais. “Os próximos desafios são as provas da Copa do Mundo em Londres, Tacen e Praga, onde os canoístas continuarão acumulando experiência nas disputas com os melhores atletas e também nas melhores pistas”.
 
Prova por Equipes - O trio feminino: Poliana Aparecida de Paula, Nathália Siqueira e Milene Wolf venceu a disputa com a melhor descida em 155.01 segundos. Já na equipe masculina: Ricardo Martins Taques, João Vitor Machado e Fábio Scchena foram os vencedores com o tempo de 109.93 segundos.
 
Quadro de medalhas - Nas disputas gerais do evento o Instituto Meninos do Lago, de Foz do Iguaçu (PR), ficou em primeiro lugar com 2.200 pontos, seguido pela Associação Pirajuense de Esportes Náuticos, de Piraju (SP), com 1.650; e pela Associação Trescoroense de Canoagem, de Três Coroas (RS), com 600 pontos.
 
Seletiva Nacional - Simultaneamente ao evento também aconteceu neste final de semana a continuação da Seletiva Nacional de Canoagem Slalom que irá definir melhores os canoístas brasileiros que representarão o Brasil nos próximos eventos internacionais da modalidade. O resultado com o nome da equipe completa será divulgado em breve pelo Comitê de Canoagem Slalom da Confederação Brasileira de Canoagem.
 
Preparação para 2015 - No próximo ano o Brasil sediará o Campeonato Mundial Junior & Sub 23 2015, evento que será realizado no Canal Itaipu, em Foz do Iguaçu, Paraná, e a expectativa é grande. Neste ano de 2014 o país fez um bom resultado no Mundial que aconteceu na Austrália. O Brasil participou com 16 atletas, mas foi a canoísta Ana Sátila que entrou para a história do esporte conquistando uma medalha de ouro no K1 Feminino Júnior, além de ter ficado em quarto lugar no C1 Feminino Júnior.
 
Além do desempenho de Sátila, o país conseguiu o quinto lugar no C2 Masculino Sub-23 com a dupla Charles Corrêa e Anderson Oliveira. Pelo K1 Masculino Sub-23 o atleta Pedro Henrique Gonçalves ficou em nono. Já no C2 Masculino Junior duas duplas de Foz do Iguaçu que são estreantes em Mundiais conseguiram chegar à final: Maicon Borba e Carlos Eduardo ficaram em sétimo lugar. Outra dupla formada pelos gêmeos Wallan e Welton de Carvalho conquistou a nona posição.
 
Existe uma preparação que iniciou em 2012 com a formação de atletas e a constituição do Projeto da Equipe Permanente que surgiu graças a parceria da Confederação Brasileira de Canoagem Slalom (CBCa) e a Federação Paranaense de Canoagem (FEPACAN) que contou com o apoio e o financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Ministério do Esporte e Comitê Olímpico Brasileiro (COB). 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook