Silvanio do Nascimento conquista o tetra da Ultra Trail Run 70k Brasil Ride

Pódio masculino dos 70 km  / Foto: Wladimir Togumi / Brasil RidePódio masculino dos 70 km / Foto: Wladimir Togumi / Brasil Ride

São Paulo - A região da Cuesta Paulista, entre as cidades de Botucatu e Pardinho, foi palco neste sábado (7) da quinta edição da Ultra Trail Run 70k Brasil Ride, reunindo mais de 1.300 corredores de 15 estados brasileiros. 
 
Na principal disputa da competição, a de 70 km, os campeões foram Silvanio Nascimento, de São Paulo (SP), que conquistou o tetracampeonato, e Ana Paula Silveira, de Niterói (RJ), levando o título de forma inédita em sua carreira.
 
Com o clima mais quente em relação ao ano anterior, os atletas não conseguiram superar os recordes da prova, que é credenciada pela ITRA (International Trail Running Association) e todos os atletas que concluíram as provas de 70km e 32km, garantiram 2 e 1 pontos ITRA, respectivamente. Entre os homens, Silvanio Nascimento venceu após concluir 70 km em 6h29min38. O pódio teve ainda Marildo Barduco (6h53min18), José Claudio Nunes (7h12min01), Osmir Dantas (7h43min17) e Odilon de Jesus (7h52min38). "A corrida transcorreu como planejei. Já sabia que a prova era dura e a maior dificuldade foi na subida do km 32. Nos últimos 5 km também foi bem difícil", disse Silvanio.
 
"Outro adversário em comum para todos os atletas foi o calor. Esquentou muito durante a corrida. Por isso, busquei me hidratar bem. No entanto, acabei me desgastando mais em 2018 do que nesta edição", contou Silvanio. "Quando corremos uma prova deste nível, o planejamento é sempre estar entre os cinco melhores. Ser campeão para mim é motivo de muita felicidade. Significa que todo treino e trabalho foi recompensado. Agora é descansar e já me preparar para as próximas", finalizou.
 
Na disputa feminina a folga na liderança foi maior para a niteroiense Ana Paula Silveira, que concluiu os 70 km em 7h56min28, à frente da capixaba Diana Bellon, vice-campeã com o tempo de 8h42min02. O top 5 na distância teve ainda Angela Sturzbecher (8h56min29), Elizabete do Prado (9h34min31) e Rosa Farias (10h03min31). 
 
"Em 2018 eu corri pela primeira vez a prova, fui vice-campeã e fiquei apenas 2 minutos atrás da vencedora. Este ano o objetivo inicial era tentar baixar o meu tempo, mas o sol castigou bastante. Por isso, optei por correr sempre administrando o ritmo. Fiz bastante de skyrunning (corrida em altitude acima de 2.000 m) e provas com características diferentes da Brasil Ride, mais travadas e disputas de distâncias médias. Essa foi a minha primeira ultramaratona da temporada. Fiz questão de voltar, porque gostei demais da marcação da corrida", afirmou Ana Paula. 
 
"Fiquei muito feliz pelo resultado e espero retornar em 2020, mesmo que seja em uma distância menor. Este ano viemos com mais corredores da nossa equipe Torres Trail Run e o pessoal gostou demais da competição", analisou a campeã. "Todos sentiram o calor. Ano passado estava bem fresco e desta vez bem quente. Prova bacana demais. Farei todo possível para estar na próxima temporada", concluiu".
 
Disputa dos 32 km - Nos 32 km, os campeões também vieram de fora para levantar o troféu em Botucatu. Enquanto José Mario Rodrigues, de Indaiatuba (SP), venceu em 3h02min54, após travar uma disputa até os últimos quilômetros com o recordista da distância e que ficou com o segundo lugar, Alexandre de Oliveira, de Botucatu, entre as mulheres a campeã foi a catarinense Maria Cecília Ramos, de Florianópolis (SP),  em 3h45min20. O pódio do masculino teve ainda  Lincoln Teixeira, Leandro Martinez e Carlos Henrique Botelho. No feminino, Maria Lucia Zanetti, Ana Maria Camargo, Cristina Sole e Paula Repele completaram as cinco primeiras posições.
 
Disputa dos 16 km - O top 5 dos 16, vencido por Júlio Cesar Charme, participante assíduo da Brasil Ride, que triunfou em 1h13min54, teve ainda Leonardo Torres, Augusto Castillo, Everaldo de Carvalho e Elton Oliveira. Entre as mulheres, quem venceu foi Clarita Denardi, em 1h45min21, seguida de Naty Ruas, Ivany da Silva, Elizabeth Carvalho e Luciana Alves.
 
Disputa dos 5 km - O mais rápido dos 5 km entre os homens foi Denilson Aguiar, em 22min07, seguido de Fabio dos Santos, Rafael Panhoça, Fernando Camargo e Tulio Lopes. Entre as mulheres, Talita Cordeiro foi a campeã, em 26min30, com Rosiara Gonzaga, Daniela Souza, Francine de Oliveira e Fernanda Bollini completando o pódio.
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook