Brasil domina, despacha Porto Rico e está na final do vôlei masculino

Brasil bateu Porto Rico por 3 sets a 0 e enfrentará a Argentina na final do Pan / Foto: William Lucas / Inovafoto / CBVBrasil bateu Porto Rico por 3 sets a 0 e enfrentará a Argentina na final do Pan / Foto: William Lucas / Inovafoto / CBV

Rio de Janeiro - O Brasil não trouxe seus principais jogadores para os Jogos Pan-Americanos porque o técnico Bernardinho priorizou a Liga Mundial, na qual a seleção acabou eliminada antes das semifinais. Mas, pelo menos no torneio de Toronto, a escolha foi acertada. Cheio de jovens promessas, o time derrotou Porto Rico com facilidade, por 3 sets 0, parciais de 25/16, 25/17 e 25/23, nesta sexta-feira (24.07), na quadra montada no Centro de Exibições, se classificou para a final do vôlei masculino.

A decisão promete ser emocionante, porque o adversário será a rival Argentina. A partida será no domingo (26.07), a partir das 16h (de Brasília), e os jogadores nem levam em consideração o fato de terem vencido os hermanos por 3 sets a 0 na fase de grupos.
 
“Vai ser outro jogo. Eles vão corrigir tudo o que erraram naquela partida e precisamos de muita atenção. Hoje conseguimos impor nosso ritmo e não demos chances a Porto Rico. Agora é tentar descansar, assistir a alguns vídeos deles e chegar a mil por hora nessa final”, comentou o oposto Renan, de 2,17m e que ajudou o Brasil na semifinal com 16 pontos.
 
Para Maurício Souza, esse é o momento de coroar a campanha brasileira em Toronto. “Sabemos que do outro lado teremos um adversário perigoso. Eles estão mordidos e vão partir para cima. Vamos precisar ter inteligência para cadenciar o jogo e não cair em provocação. Nosso time merece essa medalha por tudo o que temos feito até aqui. Vamos trabalhar com humildade e seriedade”, disse o camisa 13 brasileiro.
 
Atual campeão do torneio, o Brasil busca o quinto ouro em Pans. No total, o vôlei masculino soma 14 medalhas: quatro douradas, seis pratas e quatro bronzes.
 
O jogo
 
O time brasileiro começou a partida em ritmo acelerado. Com Maurício Souza virando todas as bolas, a equipe esteve sempre à frente no placar e fechou o primeiro set, com tranquilidade, por 25/16, em 24 minutos.
 
O segundo set seguiu no mesmo ritmo. Dessa vez, quem apareceu bem foi Renan. O gigante chamou a responsabilidade e acertou praticamente tudo no ataque: 25/17. O terceiro set foi mais equilibrado. Porto Rico chegou a estar em vantagem, mas o Brasil reagiu, virou e fechou em 25/23.
 
A campanha
 
Brasil 3 sets a 0 Colômbia
Brasil 2 sets a 3 Cuba
Brasil 3 sets a 0 Argentina
Brasil 3 sets a 0 Porto Rico
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook