Tour deixa o Brasil mais próximo da Olimpíada de Londres

Subida da Serra de Campos Jordão / Foto: Sérgio Shibuya / ZDLSubida da Serra de Campos Jordão / Foto: Sérgio Shibuya / ZDLSão Paulo (SP) - Primeira prova válida pelo ranking continental que classificará ciclistas das Américas para Londres/2012, o Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo ajudou o Brasil a se posicionar entre os mais bem colocados. Os ciclistas nacionais dominaram a pontuação considerada pela União Ciclística Internacional (UCI) - os três primeiros de cada etapa e o líder geral a cada fase e os oito primeiros colocados na classificação final individual.

O Tour do Brasil distribuiu total de 321 pontos para o ranking. O Brasil ficou com 219 (68%) e os estrangeiros com 102 (32%), divididos entre Argentina (67), Uruguai (14), Chile (8), Nova Zelândia (8) e Alemanha (5). O vencedor da etapa soma 8 pontos, o segundo colocado 5 e o terceiro 3. A cada etapa, o camisa amarela acrescenta mais 4 pontos no ranking. No final, os oito melhores recebem pontos de 40 (campeão) a 3 para o oitavo.

Na classificação do Tour do Brasil os primeiros sete ciclistas são brasileiros. Apenas o oitavo colocado é argentino, Edgardo Simon, que compete pela equipe de Pindamonhangaba. No quesito camisa amarela, Flávio Santos Cardoso, também da equipe do Vale do Paraíba, liderou por 6 etapas e somou mais 24 pontos. Entre os brasileiros, os maiores pontuadores foram o campeão Gregolry Panizo, com 52 pontos (40 pelo título, 8 pela vitória na oitava etapa e 4 pela camisa de líder na penúltima etapa), e Flávio Santos Cardoso e Magno Nazaret, ambos com 38 pontos. Entre os estrangeiros o grande destaque foi, sem dúvida, o argentino Simon que somou 33 pontos para seu país.

"O resultado final do Tour do Brasil / Volta Ciclística de São Paulo não poderia ser melhor. Conseguimos somar importantes pontos e ainda teremos até agosto de 2011 mais seis provas no país válidas pelo ranking, que ajudarão nossos ciclistas a garantir boa posição na classificação das Américas que definirá a ida para os Jogos Olímpicos de Londres", afirmou Luís Vasconcellos, presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo.

As provas que somarão pontos no ranking das Américas, todas em 2011, são as seguintes : Giro do Interior de São Paulo (14 a 18 de março), Volta Ciclística de Gravataí (13 a 17 de abril), Tour de Santa Catarina (20 a 24 de abril), Volta Ciclística do Paraná (1 a 5 de junho), 9 de Julho (9 de julho) e Tour do Rio (27 a 31 de julho).

Os dois primeiros países do ranking continental desta temporada - entre outubro de 2010 e agosto de 2011 -, garantem três ciclistas nas Olimpíadas. O terceiro e quarto países levarão dois atletas para a maior disputa do esporte mundial. O Brasil encerrou o ranking de 2009 / 2010 na quinta posição, atrás da campeã Colômbia, Venezuela, Estados Unidos e Canadá,

Grande visibilidade para o ciclismo - Como já é tradição, o Tour do Brasil é o evento que traz maior visibilidade para o ciclismo no ano. Durante 10 dias, todos os programas jornalísticos da Rede Globo mostraram detalhes das equipes, personagens e imagens belíssimas da competição, que percorreu quase 1.500 quilômetros por 55 cidades do Estado do São Paulo.

Além da emissora de abrangência nacional, a prova teve expressiva cobertura também nas afiliadas da rede no Interior do Estado de São Paulo, no canal a cabo SporTV e na TV Globo Internacional, que atinge 120 países. Foram cerca de 8 horas de transmissão com uma audiência acumulada perto de 70 milhões de pessoas.

"A sétima edição mostrou que o Tour do Brasil está consolidado. Temos hoje várias cidades pleiteando ser sede para 2011 e também patrocinadores identificados com o ciclismo que já nos acompanham há vários anos, como é o caso do Banco do Brasil, Fisk e Telefonica", contou Thadeus Kassabian, diretor da Yescom, empresa organizadora do evento.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook