José Belarmino e Fernanda Palma vencem o Ironman 70.3 São Paulo

José Belarmino vence o Ironman 70.3 São Paulo / Foto: Fábio Falconi/Unlimited SportsJosé Belarmino vence o Ironman 70.3 São Paulo / Foto: Fábio Falconi/Unlimited Sports

São Paulo - Uma estreia em grande estilo. Assim pode ser definido o Ironman 70.3 São Paulo, realizado na manhã deste domingo (10), na Cidade Universitária de São Paulo. 
Em uma prova com alto nível técnico, os competidores paulistas José Belarmino e Fernanda Palma se destacaram e conquistaram uma saborosa vitória. Belarmino completou a prova com o tempo de 3h53min08seg, batendo seu recorde pessoal. Fernanda concluiu em 4h24min21seg.
 
O evento encerrou uma série de cinco etapas do Circuito Ironman 70.3 no país e reuniu 1.600 mil triatletas de 14 países que enfrentaram os desafios de 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21,1 km de corrida. E, pelo visto, a prova chegou para ficar, de vez, no calendário do Circuito. 
 
Em um domingo de temperatura agradável, sem chuva e também sem o sol forte, típico para a época do ano, um clima ideal para a prática do triatlo, os atletas puderam aproveitar para “desfrutar” o percurso e assim ver a cidade de outros ângulos.
 
José Belarmino fechou o ano com mais um resultado positivo. Depois de vencer as etapas de Maceió e Rio de Janeiro, e de ter sido vice-campeão em Fortaleza, o atleta concluiu a temporada 2019 com uma grande conquista, tornando-se o primeiro campeão do Ironman 70.3 São Paulo. E o que é melhor, ele ainda pode contar com a torcida ao seu lado, e com dois torcedores mais do que especiais, seus pais, que prestigiaram a disputa.
 
“O mais difícil para mim foi antes da prova. É muita pressão ser o favorito, tive que trabalhar bastante a questão da ansiedade. A prova aqui foi muito bacana e especial. Competir em casa, nadar aqui na raia da USP é bom demais. E contar com o apoio da torcida, e no meu caso, dois torcedores ilustres, meus pais, que dificilmente conseguem acompanhar minhas provas, foi demais”, comemorou com muita emoção e vibração.
 
“A disputa em si foi muito técnica. Na natação busquei manter o bom ritmo, não fui o primeiro a sair da água, mas soube administrar, para estar ali, entre os primeiros. No ciclismo, foi tranquilo, liderei a partir de km 45, por cerca de 15 quilômetros, e depois outros concorrentes chegaram, e revezamos na ponta. Mas aí veio a corrida, e quando eu coloquei os pés no chão sabia que tinha muitas chances. Fiquei grande parte do percurso na liderança e abri boa distância para os demais. E ali no final, ver o pessoal me incentivando foi muito bom e tive que focar para não me emocionar”, contou o campeão.
 
Entre as mulheres, Fernanda Palma foi o destaque. Paulistana “de nascença, de moradia, de trabalho e de tudo, como ela mesma afirmou, a atleta comemorou a realização de uma prova na capital paulista”, cidade que mais mandou atletas ao Mundial de Ironman, realizado em Kona, no Havaí. E, contou como foi a estreia da disputa em São Paulo.
 
“É muito bom ter um evento de grandes distâncias em São Paulo, sem dúvidas merecíamos mesmo uma prova como essa, afinal é a cidade que mais mandou atleta ao Mundial do Havaí. Com certeza uma disputa em alto nível que veio para ficar. Estou muito feliz em ser a primeira vencedora de uma baita prova como essa”, comemorou Fernanda Palma.
 
“As pessoas acham que prova plana é mais fácil. Porém é aquela coisa rápida, não tem descanso, você está sempre forçando, andando forte. Fiz uma boa natação, mas tive um problema na parte do ciclismo. Ali na ponte Estaiada a bicicleta teve um problema no eixo, e perdi uns três minutos parada, tentando resolver. Então, quando solucionei, fui buscar o tempo perdido. Sem contar que é uma prova gostosa, a temperatura estava boa e pedalar na Marginal Pinheiros, onde passamos de carro a 90km/h, é um prazer, porque podemos olhar a cidade de um jeito diferente. Na corrida, comecei com câimbra, mas aos poucos fui alongando, tomando água, e passou. E aí eu voltei a forçar o ritmo. Estou muito feliz”, declarou a campeã.
  
Resultados
 
Masculino
 1) José Belarmino (M4044), 03:53:08
2) Daniel Ruman Rodrigues (M3034), 04:02:24
3) Rafael Falsarella (M3539), 04:02:45
 
Feminino
1) Fernanda Palma (F3539), 04:24:21
2) Paula Ponte Moreira (F1824), 04:31:47
3) Marina Jacob (F3034), 04:37:35
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook