Viaduto interditado altera a 25ª Maratona Internacional de São Paulo

24ª Maratona Internacional de São Paulo / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação24ª Maratona Internacional de São Paulo / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação

São Paulo - Atendendo às diretrizes e solicitações da CET, Secretaria dos Transportes, Secretaria de Esportes e Comissão de Corridas de Rua de São Paulo, por conta das restrições viárias com a interdição do Viaduto no Jaguaré, o percurso da Maratona de São Paulo 2019, assim como outras corridas, também sofrerá alterações. 
 
Isso porque uma parte da prova passa por ruas usadas como alternativa de trânsito no entorno do viaduto. A nova formatação terá a largada da 25ª Maratona Internacional de São Paulo mais cedo (6h30) e em  ondas na Praça Charles Miller, no Pacaembu.
 
A prova percorrerá trechos  do Centro Histórico que também fazem parte da São Silvestre, Avenida 23 de Maio, Ibirapuera, ruas da Cidade Universitária e chegada no Ibirapuera, ao lado do Obelisco. A Meia terá a mesma logística, mas retornará antes da Santo Amaro e chegará no Ibirapuera. Já a prova de 5k, começará e terminará no Parque do Ibirapuera.
 
As inscrições continuam abertas para as três distâncias, e todas as demais características da prova, como data, entrega de kit entre outras, estão mantidas. O novo percurso já está disponível e durante os próximos dias todos os detalhes serão atualizados no site www.maratonadesaopaulo.com.br e pelo O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..
 
Assim como aconteceu com as outras provas deste primeiro trimestre de 2019, a Maratona de São Paulo precisou de adaptar à nova realidade da cidade. A interdição da Ponte do Jaguaré, na altura do Shopping Villa Lobos, foi a principal, pois as ruas do entorno, como Fonseca Rodrigues e Pedroso de Morais, além da ponte da Cidade Universitária, que fazem parte do percurso da prova, são alternativas de rota  e não poderiam ser fechadas neste ano.
 
Entre as atrações da comemoração de Jubileu de Prata estarão a entrega de medalha especial, a Expo Maratona com estandes de produtos e serviços, palestras, música ao longo dos percursos e muito mais. As inscrições estão abertas e poderão ser feitas pelo site oficial, onde também estarão informações sobre formas de pagamento   e prazos.
A prova oferecerá infraestrutura (apoio médico, acessos, hidratação, lanches) para o número oficial de inscritos. Não serão disponibilizados recursos extras para atletas que não estejam inscritos oficialmente (”pipocas”).
 
Melhores tempos - Ao longo de sua história, a prova conseguiu tempos bastante expressivos, com destaque para o feito do brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima (BRA),  que estabeleceu o recorde em 2002, com 2h11min19seg, e a queniana, Rumokol Chepkanan, com 2h31min31seg, em 2012. Também conseguiram tempos expressivos no masculino os quenianos Stanley Biwot, com 2h11min21seg, em 2010, e David Kemboi (QUE), com 2h11min53, em 2011. No feminino ainda se destacaram a queniana Carolyne Komen, com 2h35min51seg, em 2015, e marroquina Samira Raif,  com 2h36min01, em 2011.
 
Resultados 2018
 
Masculino
1) Solonei da Silva (BRA), 2h15min55seg
2) Wellington Bezerra da Silva (BRA), 2h16min06seg
3) Goodfrey Kosgei (QUE), 2h16min38seg
4) Philip Kiplimo (UGA), 2h16min50seg
5) Paulo Kimutai (QUE), 2h17min18seg
 
Feminino
1) Andréia Hessel (BRA), 2h40min07seg
2) Shewaye Woldemeskel (ETH), 2h41min37seg
3) Valdilene Silva (BRA), 2h42min38seg
4) Adriana Aparecida da Silva (BRA), 2h42min55seg
5) Carmen Aguilera (PAR), 2h48min03seg
 
Todos os campeões da Maratona de São Paulo (Masculino / Feminino)
 
2018 - Solonei da Silva (BRA)m 2h15min55s/Andréia Hessel (BRA), 2h40min07s
2017 - Paul Kimutai (QUE), 2h17min56s/ Leah Jerotich (QUE), 2h41min58s
2016 - Paul Kimutai (QUE), 2h17min14seg/Alice Kibor (QUE), 2h35min56seg
2015 - Asbel Kipsang (QUE), 2h15min15s/Carolyne Komen (QUE),2h35min51s
2014 - Paul  Kangogo (QUE), 2h14min16s/Rumokol Chepkanan (QUE), 2h42min27s
2013 - Stanlei Koech (QUE), 2h16min07/Samira Raif (MAR), 2h38min23s
2012 - Solonei da Silva (BRA),2h12min25s/Rumokol Chepkanan (QUE),2h31min31s*
2011 - David Kemboi (QUE), 2h11min53s/ Samira Raif (MAR), 2h36min01
2010 - Stanley Biwott (QUE), 2h11min21s/Marizete Moreira (BRA), 2h39min26s
2009 - Elias Chelimo (QUE), 2h13m59s/ Marizete Moreira (BRA), 2h42m24s
2008 - Claudir Rodrigues (BRA), 2h17m07s/Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h42m20s
2007 - Reuben Chepkwek (QUE), 2h16m05s/ Jacqueline Chebor (QUE), 2h40m12s
2006 - Rotich Solomon (QUE), 2h15m15s/ Margaret Karie (QUE), 2h39m24s
2005 - José Teles (BRA), 2h19m47s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m39s
2004 - Franck Caldeira (BRA), 2h17m30s/ Margareth Karie (QUE), 2h40m10s
2003 - Genilson da Silva (BRA), 2h16m26s/Mª do Carmo Arruda (BRA), 2h39m12s
2002 - Vanderlei de Lima (BRA), 2h11m19s*/ Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h36m07s
2001 - Stephen Rugut (QUE),2h14m30s/ Marizete Rezende (BRA), 2h38m57s
2000 - David Ngetich (QUE), 2h15m21s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m15s
1999 - Paul Yego (QUE), 2h15m29s/Márcia Narloch (BRA), 2h37m20s
1998 - Diamantino dos Santos(BRA), 2h16m55s/ Viviany Oliveira (BRA), 2h39m58s
1997 - Kipkemboi Cheruiyot (QUE), 2h17m07s/ Viviany Oliveira (BRA), 2h42m13s
1996 - Chalam El Maali (MAR), 2h15m21s/ Janete Mayal (BRA), 2h41m40s
1995 - Luiz A. dos Santos (BRA), 2h17m11s/Ilyna Nadezhda (RUS), 2h49m33s
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

 
 
Curta - EA no Facebook