Chayenne Pereira vence 400 m com barreiras, com 3ª marca do mundo

Chayenne Silva, 400 m com barreiras   / Foto: Wagner Carmo/CBAtChayenne Silva, 400 m com barreiras / Foto: Wagner Carmo/CBAt

Bragança Paulista - A carioca Chayenne Pereira da Silva (EMFCA-RJ) foi o grande destaque da quarta etapa do Campeonato Brasileiro Caixa Sub-20, disputada na tarde deste sábado (1/6), no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista. Ela venceu a prova dos 400 m com barreiras, com o tempo de 56.72, a terceira melhor marca no Ranking Mundial da IAAF da categoria em 2019.
 
Com 19 anos, a atleta alcançou o seu melhor resultado pessoal e quebrou o recorde do campeonato. O anterior era de 57.27 e pertencia a Amanda Fontes Dias, desde 2003.
Chayenne ainda ratificou índice para o Pan-Americano Sub-20 de San José, Costa Rica, de 19 a 21 de julho, assim como Jéssica Vitória de Oliveira Moreira (Águias Guariba), segunda colocada com 58.12, que também fez a melhor marca pessoal.
 
“Já era esperado, foi um ótimo tempo e estou feliz”, disse a atletas, que tinha 58.04 como resultado, obtido no dia 28 de abril no GP Brasil. “Lá cometi alguns erros. Sabia que se essas falhas fossem corrigidas a marca poderia ser bem melhor. Era só não ficar avoada”, completou a barreirista que treina com Marsele Mazzoleni, em Deodoro.
 
Chayenne também integrou a equipe de revezamento 4x100 m da EMFCA, que conquistou a medalha de ouro, com 47.90. Também correram Vitória Cristina Santos, Maiara Santos e Alice Araújo de Oliveira.
 
Já Caio de Almeida Teixeira (Centro Olímpico-SP) venceu a prova masculina dos 400 m com barreiras, com 52.08, recorde pessoal, segunda marca no Ranking Brasileiro e terceira no Sul-Americano Sub-20. “Estou muito feliz com o resultado, mas sinceramente não esperava agora”, lembrou o atleta, que desde o início do ano treina com Victor Fernandes. “Não estou podendo treinar normalmente por causa de dores no tendão do pé esquerdo e estou fazendo muita fisioterapia”, completou.
 
O grande nome da prova assistiu a corrida ao lado da pista. Alison Brendom dos Santos (Pinheiros), recordista sul-americano sub-20, com 48.84, líder do Ranking Mundial. Ele foi poupado da competição pelo treinador Felipe de Siqueira. “Vim apenas para torcer, abraçar os amigos e acabei participando da premiação”, disse o atleta já classificado para as principais competições do ano: Pan-Americano de Atletismo Sub-20, Jogos Pan-Americanos de Lima e Campeonato Mundial de Doha.
 
No decatlo, o paulista Jonathan da Silva (FAE Osasco) foi o grande vencedor. Depois de dois dias, ele somou 6.649 pontos e superou o recorde pessoal, que era de 6.488. Ele espera conseguir o índice para o Pan-Americano de San José no Sul-Americano de Cáli. “Estou contente com a minha evolução, mas tenho certeza de que posso melhor mais. Sofri com dores nos treinos, o que me atrapalhou um pouco”, contou Jonathan, que treina com o irmão Lucas da Silva Catanhede, no Clube Piratininga, em Osasco.
 
As finais dos 400 m masculino e feminino fecharam as provas de pista do dia. Douglas Hernandes Mendes (Balneário Camburiú) venceu entre os homens, com 46.51, conseguindo índice para o Pan-Americano da Costa Rica. “Estou muito bem e consegui os dois melhores resultados de minha vida aqui”, comentou, referindo-se aos 47.09 da semifinal e aos 46.51 da final. “Estou feliz e confiante”, completou o atleta, que tem apenas dois anos de atletismo e treina com Diogo Gamboa.
 
No feminino, Maria Victoria Belo de Sena (FCTE-SP) confirmou o favoritismo de líder do Ranking Brasileiro. Ela venceu com 53.68. “Não melhorei minha marca, mas estou muito feliz com a vitória”, disse a filha do ex-recordista sul-americano dos 400 m, Inaldo de Sena. “Eu corria 100 e 200 m até o ano passado, sem resultados significados, e agora resolvei mudar para os 400 m", completou a corredora, já qualificada para o Pan de San José. 
 
Os pódios da 4ª etapa
 
400 m com barreiras 
1- Caio de Almeida Alves Teixeira (Centro Olímpico) - 52.08
2- Fábio Henrique da Silva Lima (FCTE) - 53.19
3- Thaylan Nagi Ferreira (CAC) - 53.28
 
400 m com barreiras
1- Chayenne Pereira da Silva (EMFCA) - 56.72
2- Jessica Moreira (Águias Guariba) - 58.12
3- Izabella Martins Sildado (Orcampi Unimed) - 1.00.74
 
10.000 m marcha atlética
1- Murilo Ribeiro da Silva (PM Colombo) - 46:26.72
2- Kauan da Silva Domingues (MEM) - 47:35.69
3- Isaac Rodrigues de Andrade (CASO) - 49:45.84
 
Lançamento do disco
1- Alan Christian de Falchi (IEMA/São Bernardo) - 58.27 m
2- Luiz Maurício Dias da Silva (UFJF) - 56.44 m
3- Luís Fabio da Cruz Rodrigues (CT Piauí) - 55.95 m
 
5.000 m
1- Evandro da Luz Bandeira (Barra do Garças) - 15:23.45
2- Wanderson Alves da Siva (ACOP/Porangatu) - 15:26.06
3- Mario Alves Brito (Barra do Garças) - 15:48.15
 
Decatlo
1- Jonathan da Silva (FAE Osasco) - 6.649 pontos
2- Henrique Pereira Silva (APA-Petrolina) - 6.396 pontos
3- Allan Jhonatan Dias Brito (Instituto Foz) - 6.126 pontos
 
Revezamento 4x100 m (FEM)
1- EMFCA - 47.90
2- Centro Olímpico - 48.07
3- Águias Guariba - 49.23
 
Lançamento do disco
1- Julia Alves Carvalho (APCEF/MG) - 44,71 m
2- Rafaela Cristina da Silva (SESI-SP) - 44,30 m
3- Rafaela Cristine Maciel de Sousa (Atletismo Poços de Caldas) - 41,36 m
 
Revezamento 4x100 m (MAS)
1- Sesi-SP - 40.56
2- ASPMP - 41.68
3- EMFCA - 42.32
 
400 m
1- Douglas Mendes da Silva (Balneário Camboriú) - 46.51
2- Bruno Benedito da Silva (Orcampi Unimed) - 47.37
3- Gustavo Santos Montan (SESI-SP) - 47.68
 
400 m
1- Maria Victoria Belo de Sena (FCTE) - 53.68
2- Erica Geni Barbosa Cavalheiro (Instituto) - 54.86
3- Karolina Teixeira Bernardes (ADRA) - 55.75
 
Classificação parcial após quatro etapas
 
Geral
1- SESI-SP – 109 pontos
2- EMFCA - 66
3- Barra do Garças-MT - 53
4- ASPMP - 50
5- APCEF/MG - 47
 
Masculino
1- SESI-SP – 75 pontos
2- Barra do Garças-MT - 51
3- ASPMP- 42
4- Orcampi Unimed - 33
5- FAE Osasco - 29
 
Feminino
1- EMFCA – 46 pontos
2- SESI - SP - 34
3- APCEF/MG - 32
4- Centro Olímpico - 28
5- ADBA Atletismo - 25
5- ASA São Ludgero - 25
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook