Governo russo desqualifica relatório da Wada: “acusações infundadas” | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Governo russo desqualifica relatório da Wada: “acusações infundadas”

Mutko posa com Putin nos Jogos de Sochi / Foto: Getty Images / Pascal Le Segretain

Rio de Janeiro – O ministro dos Esportes na Rússia falou em nome do governo defendendo o país das acusações presentes no relatório exibido pela Wada (Agência Mundial Antidoping), elaborado por uma comissão independente criada pela entidade para investigar o escândalo de doping envolvendo o atletismo do país.
 
Vitaly Mutko afirmou que o documento não tem provas concretas e insinua motivações políticas. “Não há evidências concretas... Temos aqui uma tentativa de jogar uma sombra sobre todo o esporte russo. Isso é inaceitável. E eu posso reafirmar que o esporte russo é hoje um dos líderes mundiais. E também trabalha contra o doping. Vamos continuar fazendo esse trabalho”, defendeu-se, segundo a Reuters.
 
O porta-voz do presidente Vladimir Putin, Dmitry Peskov, manteve o tom crítico ao relatório, que pede a exclusão da Rússia do atletismo na Rio 2016. “Até que alguma evidência seja apresentada... é difícil aceitar essas acusações, elas são bastante infundadas”, criticou.
 
O ministro Mutko defendeu que há um trabalho contra o doping no país. “Temos tomado fortes medidas em relação ao atletismo e vamos continuar fazendo. Selecionamos novos líderes para os atletas, um novo técnico será indicado, dezenas de profissionais do esporte e especialistas foram desqualificados. A RUSADA (agência antidoping russa) criou uma comissão especial e uma investigação está em andamento”, relata.
 
Mutko foi também citado diretamente no relatório, acusado de encobrir inúmeros casos de doping dos atletas russos. Em relação a isso, ele disse se tratar de uma rixa pessoal. “Me parece ser uma declaração pessoal do diretor da comissão, a maneira dele de entender a situação, nada mais do que isso. E as conclusões da comissão não revelam nenhum fato não esperado para a Rússia”, cita, em referência a Richard Pound, ex-presidente da Wada, que lidera a comissão.
 
O relatório, apresentado nesta segunda-feira, acusa técnicos, atletas, o ministro dos Esportes e agentes do serviço secreto de inteligência da Rússia, a FSB, de atuarem encobertando o doping dos atletas russos. A FSB estaria, inclusive, infiltrada no trabalho antidoping dos Jogos de Inverno de Sochi, em 2014.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook