Fabiana e Duda competem de olho na Rio 2016 | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Fabiana e Duda competem de olho na Rio 2016

Jornada dupla para Duda, que também compete no sábado / Foto: Agência Luz/BM&FBOVESPA

Rio de Janeiro - Após uma rápida temporada indoor na Europa, na qual conquistou bons resultados, Fabiana Murer volta a competir no Brasil. A saltadora do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA terá a companhia do bicampeão mundial indoor do salto em distância, Mauro Vinícius da Silva, o Duda, além de Augusto Dutra e Keila Costa, na disputa do Super Salto, competição ao ar livre que será realizada no domingo (28/2/2016), a partir das 10 horas, no Píer Mauá, diante do recém-inaugurado Museu do Amanhã, no Rio.
 
Fabiana chegou ao Brasil na terça-feira, dois dias depois de conquistar a medalha de ouro no AllStar Perche, evento que reuniu alguns dos melhores saltadores do mundo na cidade francesa de Clermont-Ferrand. Pela segunda vez no ano, a saltadora alcançou a marca de 4,71 m. Além disso, as boas tentativas na casa dos 4,80 m deixaram Fabiana confiante para a disputa do Mundial Indoor de Portland, de 17 a 20 de março. Antes de viajar para os EUA, ela poderá também sentir o apoio da torcida brasileira.
 
"Estou animada para o evento, que leva o atletismo para perto das pessoas. O salto com vara é uma prova muito legal, e a torcida vai conseguir ver de pertinho a altura que nós saltamos. Vai ser uma grande motivação", afirma. No Rio, Fabiana enfrentará duas atletas americanas, Demi Payne e Katie Nageotte. "Vai ser uma prova difícil. A Demi Payne saltou 4,90 m no último fim de semana e já tinha saltado 4,88 m. Ela é uma atleta nova, que vem crescendo. A Katie Naggiore também vem melhorando seus resultados (fez 4,61 m em janeiro, melhor marca pessoal) e já encontrei com ela uma vez, quando fui competir nos EUA. O evento será legal e bem disputado."
 
Mauro Vinícius da Silva, o Duda, terá jornada dupla no fim de semana. No sábado, disputará o Torneio FPA, em São Bernardo do Campo. No domingo, estará no Rio para o Super Salto. O objetivo é a conquista do índice para o Mundial Indoor, que é de 8,18 m - o prazo máximo para a obtenção da marca mínima é 6 de março. Se alcançar esse resultado, Duda também já terá o índice olímpico (que é 8,15 m). 
 
Duda fez sua estreia na temporada em 14 de fevereiro, quando saltou 7,83 m. Foi a primeira competição desde maio. Em 2015, o bicampeão mundial indoor sofreu uma lesão na cartilagem no joelho esquerdo, passou por cirurgia, e perdeu toda a temporada. Mesmo sem ter alcançado os 8 metros, o saltador ficou satisfeito com o desempenho e disse estar se sentindo bem para melhorar seu resultado.
 
No Rio, Duda ressalta a importância de competir perto da torcida. "Esse evento não visa só o resultado, mas também a divulgação das provas olímpicas do salto em distância e do salto com vara. É um formato que já acontece na Europa há muito tempo, e eu já participei dessa prova na Áustria e na Alemanha."
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook