Simone Alves conquista o bi nos 10.000 m do Campeonato Brasileiro Caixa de Corrida de Fundo em Pista | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Simone Alves conquista o bi nos 10.000 m do Campeonato Brasileiro Caixa de Corrida de Fundo em Pista

Simone Alves da Silva comemora / Foto: Marcelo Ferrelli/CBAtSão Paulo - A temperatura de 19 graus, umidade alta (89%) e a altitude de 800 metros de São Paulo em relação ao nível do mar não foram problemas. Ao contrário, o Campeonato Brasileiro Caixa de Corridas de Fundo em Pista teve um excelente nível técnico e bons resultados..

 A baiana Simone Alves da Silva, campeã brasileira e sul-americana de cross country, conquistou nesta sexta-feira à noite, dia 29 de Abril, o bicampeonato dos 10.000 m do torneio, disputado no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), em São Paulo, com o excelente tempo de 32 minutos e 46 segundos cravados

Cruz Nonata, vice-campeã do feminino, e Damião Ancelmo de Souza, campeão dos 10.000 m, também obtiveram índice exigido para os Jogos Pan-Americanos do México. Cruz completou a prova em 33 minutos 31 segundos e 6 centésimos. O índice feminino é de 33 minutos 32 segundos e 84 centésimos. Já Damião venceu com 28 minutos 45 segundos e 9 centésimos (o índice é de 28:50:25).

"Estou muito feliz com o resultado. Procurei manter o ritmo, mesmo quando as minhas companheiras não conseguiram me acompanhar", lembrou Simone, atleta da BM&FBovespa, que foi vice-campeã da São Silvestre 2010. "Sabia que tinha capacidade para melhorar minha marca. Sonho agora com o índice para o Mundial", disse, referindo-se à marca de 31:47:85.

O resultado de Simone, de 26 anos, poderia ter sido ainda melhor, caso não tivesse usado um par de tênis novo. "Fiz o aquecimento com ele e não senti nenhum problema. Na prova, a partir da metade mais ou menos, meus pés pareciam que iam pegar fogo. Foi sacrifício, mas mantive a concentração", comentou a nova líder do ranking da prova de 2011.

Mesmo perdendo contato com Simone, Cruz Nonata não desanimou e também conseguiu a marca mínima exigida pela CBAt. "Achei que não ia dar, mas ainda bem que não desisti e foquei simplesmente na minha corrida", afirmou a piauiense, radicada em São Paulo. "Sei que essa marca não me garante no PAN, mas vou me esforçar para melhorá-la."

No masculino, o alagoano Damião Ancelmo de Souza, campeão brasileiro de cross country, fez uma prova perfeita, mantendo o ritmo para o índice desde o início. "Foi uma pena o Marílson não ter participado", comentou, referindo-se a Marilson Gomes dos Santos, bicampeão da Maratona de Nova York. "Ele é um atleta muito rápido, que me levaria junto e certamente facilitaria meu trabalho."

A obtenção do índice agora surpreendeu o atleta da equipe Pé de Vento, de Petrópolis. "O plano era tentar o índice no Rio de Janeiro em maio e, por isso, estou bastante feliz. Treinei muito e sabia que estava bem para correr. No Rio, vou tentar melhorar minha marca para ficar mais tranquilo", completou.

Apenas dois atletas irão por prova para o Pan-Americano de Guadalajara, em outubro, e somente o líder do Ranking Brasileiro terá participação assegurada. O segundo representante será aquele que tiver o segundo melhor tempo, obtido entre 1º de janeiro e 4 de setembro de 2011, com exceção da maratona e da marcha 50 km, cujo prazo termina dia 8 de maio.

Experiente vence - Nos 3.000 m com obstáculos, Hudson Souza Santos, bicampeão pan-americano e recordista sul-americano dos 1.500 m, estreou com vitória na temporada. "Foi difícil, mas o começo não poderia ser melhor", comemorou Hudson, que treina com Luiz Alberto de Oliveira no CNT Caixa Sesi, em Uberlândia (MG). "Agora, é se preparar para os GPs de maio. Não tenho mais a resistência para correr os 5.000 m, mas mantenho a velocidade dos 1.500 m", completou o atleta de 34 anos.

Celso Ficagna, também da BM&FBovespa, terminou em segundo lugar, numa prova bem disputada, que teve André Alberi de Santana, do mesmo clube, em terceiro lugar.

Na prova feminina, a gaúcha Sabine Letícia Heitling foi a campeã, correndo praticamente sozinha a partir da metade da prova. Muito cansada, ele disse que é normal sentir faltar de ritmo de competição nesta fase do ano. "Tentei puxar a prova o tempo todo e isso é muito difícil", disse a atleta da Unisc, que se sentou na pista logo ao completar o percurso. "Esta foi a minha segunda prova da temporada. Corri antes um 1.500 m, completou a recordista sul-americana e campeã pan-americana do Rio.

Sabine assumiu o primeiro lugar no Ranking Brasileiro, com 10:12.1. Eliane Luanda Cardoso, que liderava a lista até esta sexta-feira, terminou em segundo lugar, com 10:31.2.

Resultados

3.000 m c/obstáculos feminino
1-Sabine Heitling (Unisc) - 10:12.1
2-Eliane Luana Cardoso (Orcampi Unimed) - 10:31.2
3-Jenifer Nascimento (GR Barueri) - 10:46.8
4-Lilian Leonel de Lima (Avulso) - 10:48.6
5-Valdilene dos Santos Silva (Pinheiros) - 10:52.6

3.000 m c/obstáculos masculino
1-Hudson Santos de Souza (BM&FBovespa) - 8:45.1
2-Celso Ficagna (BM&FBovespa) - 8:46.8
3-André Alberi de Santana (BM&FBovespa) - 8:52.1
4-Altobeli Santos da Silva (Lincoln de Judô) - 8:52.6
5-Sebastião de Oliveira Silva (Bem Imperial) - 9:06.3

10.000 m feminino
1-Simone Alves da Silva (BM&FBovespa) - 32:46:0
2- Cruz Nonata da Silva (BM&FBovespa) - 33:31.6
3- Fabiana Cristine da Silva (BM&FBovespa) - 33:42:9
4- Adriana Aparecida da Silva (Pinheiros) - 34:45:1
5-Michele Cristina das Chagas (Pinheiros) - 35:12:0

10.000 m masculino - Série A
1-Damião Ancelmo de Souza (Pé de Vento) - 28:45:9
2-Daniel Chaves da Silva (BM&FBovespa) - 29:06:6
3- Geovani dos Santos (Pé de Vento) - 29:10:7
4- Joílson Bernardo da Silva (BM&FBovespa) - 29:17:8
5- Ubiratan José dos Santos (Usina São José) - 29:22:2

10.000 m masculino - Série B
1- João Luís Filho (Jataiense) - 31:05:6
2- Alequesandro Paulo da Silva (P M Venda Nova) - 31:16:3
3-Laurindo Nunes Neto (Desportiva Caçador) - 31:29:0
4-Francisco Ivan da Silva Filho (Avulso) - 32:07.8
5- Guilherme Ademilson dos Anjos (Orcampi Unimed) - 32:11:5
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook