Vicente Lenilson anuncia que deixa as pistas neste Troféu Brasil Caixa 2011 | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Vicente Lenilson anuncia que deixa as pistas neste Troféu Brasil Caixa 2011

Vicente Lenilson deixa as pistas no Troféu Brasil Caixa 2011 / Foto: Wagner Carmo/CBAtVicente Lenilson deixa as pistas no Troféu Brasil Caixa 2011 / Foto: Wagner Carmo/CBAtSão Paulo - Um dos principais velocistas da história do Atletismo nacional nos últimos 25 anos despediu-se na tarde de quinta-feira, dia 4 de Agosto, das pistas. Ele é Vicente Lenilson de Lima, que no último dia 6 de junho, completou 34 anos. O garoto potiguar, que começou no esporte em Currais Novos, interior do Rio Grande do Norte, recheou seu currículo de conquistas, quase todas em defesa da Seleção Brasileira.

Assim, Lenilson conquistou a prata olímpica, foi vice-campeão mundial e bicampeão pan-americano. Todas estas conquistas obtidas no revezamento 4x100 m da Seleção, que defende pela primeira vez em 1997, no Mundial de Atenas, quando o quarteto nacional ficou em 6º lugar. Desde então, ele firmou-se como o velocista do País com melhor largada no revezamento.

Formou um time fantástico com Claudinei Quirino, André Domingos e Edson Luciano. Juntos, foram vice-campeões da prova na Olimpíada de Sydney, na Austrália, em 2000. A marca de 37.90 obtida na final da prova permanece como recorde sul-americano.

Em Paris, no Campeonato Mundial de 2003, correu ao lado de André Domingos, Edson Luciano e Claudio Roberto, quando terminaram com a medalha de prata. Pouco antes, no mesmo ano, vencera o PAN de Santo Domingo, com Edson, André e Claudinei. Já no Rio 2007, conseguiu o bi nos Jogos Pan-Americanos, com Sandro Viana e dois atletas da nova geração de velocistas: Rafael Ribeiro e Basílio Emídio de Moraes Júnior.

"Queria terminar minha carreira num Troféu Brasil", explicou Lenilson, depois da final dos 100 m. "Sabia que não podia subir ao pódio, mas não queria ser o último e consegui (foi o 7º, com 10.59). Agora ainda vou fazer o 4x100 m pela minha equipe (Silveira Sampaio, do Rio de Janeiro). Depois, continuarei dando palestras, explicando que todos podem se superar e mudar de vida. Foi assim comigo e com muitos companheiros de Atletismo", afirmou.

Casado com a ex-atleta Cida Barbosa, com quem tem dois filhos, Lenilson falou que deixa as pistas feliz: "Consegui muita coisa, tanto que gostaria muito que meus filhos um dia fossem, também atletas", completou

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook