Jaílson Diniz é campeão da sexta edição da Road Brasil Ride em Pardinho

Jaílson Diniz é campeão da sexta edição da Road Brasil Ride em Pardinho / Foto: Ney Evangelista / Brasil RideJaílson Diniz é campeão da sexta edição da Road Brasil Ride em Pardinho / Foto: Ney Evangelista / Brasil Ride

Pardinho - O Rodoserv Hotel, em Pardinho (SP), foi o palco neste domingo (16) da sexta edição da Road Brasil Ride, competição premiada nos últimos quatro anos como a melhor do ciclismo de estrada brasileiro. 
 
Na volta da tradicional distância de 100K do circuito, quem garantiu o troféu de campeão foi o ciclista Jaílson Diniz (Corredeiras), que venceu a prova num sprint forte na chegada, em 2h48min00seg. Matheus Braz (ABEC Rio Claro) foi o vice-campeão, com o tempo de 2h48min02seg e Sanderson Celso (Instituto Brasil Ride/Full Gas) o terceiro, em 2h51min42seg.
 
A prova começou a ser definida logo no primeiro trecho de serra, quando Sanderson Celso atacou e só foi alcançado por outros três adversários com cerca de 10 km de prova. Assim, o pelotão foi definido com Sanderson, Jaílson Diniz e Matheus Braz, além do ciclista João Paulo Vidal, que acabou não completando a disputa. No km 80, Sanderson teve de parar para encher o pneu e viu Jaílson e Matheus escaparem.
 
"O começo foi decisivo e bem difícil, porque tivemos o ataque de quatro atletas e assim transcorreu em grande parte da corrida. No último retorno, ficamos eu e o Matheus e deixamos para definir nos metros finais. Cheguei bem embalado e levei a melhor. Estou feliz demais. Competi pela primeira vez na Road Brasil Ride em 2018 e fui o quarto no geral. A meta era ficar entre os cinco primeiros e eu consegui subir no lugar mais alto do pódio", comemorou o pernambucano Jaílson, autônomo radicado em São Paulo (SP).
 
Já Matheus Braz fez sua estreia na prova e não poupou elogios ao evento. "Pedalo há dez anos e essa foi a melhor prova de ciclismo de estrada que já competi. Espero voltar sempre, porque a qualidade é excelente. Foi uma disputa realmente dura e desafiadora, que exigiu muito dos participantes", comentou o atleta de Santa Bárbara d'Oeste, no interior de São Paulo.
 
Protagonista até murchar o pneu de sua bike, Sanderson seguirá na busca de um título inédito na Road Brasil Ride, após ser o vice-campeão em 2018. "Repeti a estratégia do ano passado, que era atacar logo no começo da serra e tentar escapar dos adversários. Infelizmente meu pneu ficou murcho e tive que parar para encher. Esse tempo foi o suficiente para perder o contato com os líderes", contou o paulista de Charqueada, que se prepara para o Warm Up do Festival Brasil Ride nesta semana.
 
Disputa 100K entre as mulheres - Entre as mulheres, a vitória nos 100K foi da alemã Nadine Gill (Lulu Five), que chamou atenção ao terminar no top 20 geral da prova, em 2h54min16. Nadine teve no pódio a companhia de Larissa Brack, em 3h28min42seg, e Karine Alupes, em 3h32min09seg. "O percurso era bem bacana. No começo tivemos um início composto por subidas íngremes nos primeiros dez quilômetros e gostei bastante disso, porque selecionava bem os atletas. Tivemos tráfego logo após a largada e os primeiros colocados acabaram escapando de nós", relatou Nadine.
 
"Não conseguimos chegar no pelotão da frente então fomos administrando, andando junto em uma boa quantidade de ciclistas, o que foi bem confortável durante boa parte do percurso. Alguns ataques foram feitos e gostei demais de competir na Road Brasil Ride. Um lindo cenário. Foi minha estreia na prova", disse Nadine. "Achei a corrida muito organizada. Já ouvi falar bastante da Brasil Ride por causa do mountain bike e sabia que tinham um evento bem bacana", complementou a alemã nascida na região de Frankfurt, que trabalha no consulado da Alemanha no Brasil até 2020. 
 
Disputas nos 70K - Também não faltou emoção nas categorias de 70k da Brasil Ride. Entre os homens, a vitória foi de Gabriel Cavichio (1h57seg43seg), seguido de João Paulo Firmino (2h00min37seg) e de Diogo Malagon (2h00min37seg). No feminino, a mais rápida foi Viviane Lourenço (2h17min26seg), que teve ao seu lado no pódio as ciclistas Eliana Pinheiro (2h22min40seg), campeã em 2018, e de Patrícia Busto (2h29min38seg).
 
Organização comemora o sucesso - Fundador da Brasil Ride, Mario Roma não escondeu a felicidade pela reestreia da Road Brasil Ride com a distância 100K. "A Road abriu mais uma vez o Festival Brasil Ride e mostrou porque somos eleitos há quatro anos a melhor prova de estrada do País. Os atletas lotaram a área do Rodoserv Hotel e deram um show para o público nas estradas da Cuesta Paulista. Tenho certeza de que em 2020 teremos ainda mais competidores aqui, porque os relatos que nos fazem da experiência é muito positivo. Agora, o foco total passa a ser nas provas de mountain bike e trail run que darão continuidade à sétima edição do Festival, em Botucatu, entre quinta e sábado (20 a 22)", comentou Roma. "Temos também que fazer um agradecimento especial ao prefeito Dito Rocha, de Pardinho, por todo o seu apoio para que tivéssemos a disputa dos 100K de volta", completou.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook