Treinador mostra otimismo nos revezamentos 4 x100 m | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Treinador mostra otimismo nos revezamentos 4 x100 m

Geisa Arcanjo, número 1 do Brasil no arremesso do peso / Foto: Marcelo Ferreli/CbatSão Paulo - O técnico Katsuhico Nakaya, responsável pelos revezamentos masculino e feminino 4x100 m da Seleção Brasileira, não tem dúvida de que as duas equipes participarão da Olimpíada de Londres e, o mais importante, melhorarão seus resultados durante esta temporada.

 "A partir da evolução individual teremos equipes mais fortes e, consequentemente, mais competitivas", acredita o treinador, que já tem marcado o próximo Camping Nacional Caixa de Revezamento 4x100 m Masculino e Feminino para São Paulo, a partir do dia 22 de abril. "Com o crescimento individual e o capricho no treinamento das equipes, a tendência é de bons resultados."

Nakaya, atleta olímpico nos Jogos de Moscou/1980 e de Los Angeles/1984, acredita em boas marcas no masculino já no Grande Prêmio Internacional São Paulo/Caixa de Atletismo e no Grande Prêmio Internacional Brasil/Caixa de Atletismo, nos dias 16 e 20 de maio, no Ibirapuera e no Engenhão, respectivamente.

"Os homens têm tudo para completar a prova por volta de 38.30 e garantir a equipe entre os três melhores no Ranking Mundial", disse o treinador. A equipe masculina ocupa hoje o 7º lugar no mundo, com as marcas de 38.18 (obtida no PAN do México) e 38.77 (Meeting de São Paulo-2011).

No feminino, a expectativa de Nakaya é alcançar 42.50 na disputa da Olimpíada. O recorde sul-americano dos 4x100 m da categoria é de 42.85, conseguido na conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

"Temos bons atletas como o Nílson André e o Sandro Viana, que tendem as ganhar com a chegada de velocistas como Bruno Lins, Diego Cavalcanti e Ailson Feitosa, entre outros. O mesmo ocorre no feminino com Ana Cláudia Lemos, Rosangela Santos, Evelyn Santos, Franciela Krasucki, Vanda Gomes, Tamiris de Liz, entre outras. A expectativa é que todos obtenham os melhores tempos individuais este ano."

Para se garantir na Olimpíada de Londres, segundo critério da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), os revezamentos precisam estar entre os 16 melhores do mundo, com tempos obtidos entre 01/01/2011 e 02/07/2012. Se o masculino está em 7º, o feminino ocupa o 8º lugar, com 42.85 no PAN e 42.95 no Mundial de Daegu.
 
 

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook