Maria Lenk recebe Brasil Open, Pré-Olímpico de nado sincronizado

Equipe Olímpica de Nado Sincronizado / Foto: DivulgaçãoEquipe Olímpica de Nado Sincronizado / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - O Pré-Olímpico de nado sincronizado será no Parque Aquático Maria Lenk, entre os dias 02 e 06 de março. A competição será também evento teste da modalidade e vai definir as últimas vagas do nado para os Jogos Olímpicos Rio 2016. 
 
Estão inscritas 133 atletas de 30 países diferentes. São eles: Argentina, Áustria, Aruba, Bielorrússia, Bulgária, Canadá, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Costa Rica, Coreia, Eslováquia, Espanha, EUA, França, Grã-Bretanha, Grécia, Hungria, Israel, Itália, Japão, México, Peru, República Tcheca, Suíça, Turquia, Ucrânia, Uzbequistão e Venezuela.
 
Como o Brasil é país-sede, possui vaga garantida nos Jogos. Logo, a equipe e o dueto não vão competir, mas sim fazer apresentações nos dias 5 e 6, respectivamente. Serão abertas ao público, com entrada franca, a partir das 11h15min.
 
Lara Teixeira, capitã da equipe olímpica brasileira, falou sobre a expectativa nas apresentações: "Estamos querendo treinar a atmosfera da competição e entrar no clima de Olimpíada, testas os ânimos. Queremos ver se a coreografia está no alto nível dos Jogos e claro, ter uma performance boa".
 
O dueto do Paineiras do Morumby e da equipe do Flamengo vão se apresentar nas provas de rotina livre, antes das disputas, para testar placar e som. 
 
Veja como será a competição olímpica do nado - Nas Olimpíadas, oito países vão se enfrentar na disputa por equipes e vinte e quatro nos duetos. Por equipes, cada país apresenta uma rotina livre e uma técnica e a soma das notas determina a campeã. Já nos duetos, tem a apresentação das coreografias em rotina livre e técnica. A soma das notas classifica 12 equipes, que serão as finalistas. 
 
A corrida pelas vagas está disputada. Enquanto alguns países já estão garantidos, outros tentam conquistar a classificação no evento. Por enquanto, as vagas por continentes nas duas provas foram preenchidas. Rússia vai representar a Europa, China a Ásia, Austrália a Oceania e Egito a África. A vaga para o Brasil conta como da América. A Ucrânia, Japão e Canadá, classificaram apenas o dueto. 
 
Restam três vagas na prova por equipes que serão preenchidas na competição pelos melhores colocados que ainda não estão classificados para as Olimpíadas. A disputa será entre sete seleções: Japão, Ucrânia, Canadá, Itália, Espanha, França e Chile. As equipes que conquistarem a vaga ganham o direito de levar um dueto. As últimas onze vagas para dueto serão conquistadas pelas melhores duplas colocadas, que ainda não estão classificadas para as Olimpíadas.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook