Bolt admite dor no coração se tiver que devolver ouro olímpico | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Bolt admite dor no coração se tiver que devolver ouro olímpico

Usain Bolt / Foto: Divulgação / IAAF

Rio de Janeiro - O velocista jamaicano Usain Bolt falou pela primeira vez sobre o caso de doping que pode obrigá-lo a devolver a medalha de ouro conquistada no revezamento 4x100m dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, na China. 

Desde que surgiram as notícias sobre o doping de Nesta Carter, que fazia parte da equipe junto com Bolt em 2008, o homem mais rápido do mundo ainda não tinha se manifestado publicamente. 

Bolt deixou claro que não vê problemas em devolver a medalha caso seja comprovado o doping e Nesta seja cassado pelo COI (Comitê Olímpico Internacional). 

"As coisas acontecem na vida. Se for confirmado (o doping) ou o que for, e eu precisar devolver a minha medalha, não seria um problema para mim", declarou o atleta ao jornal jamaicano Jamaica Gleaner.
 
Bolt, porém, admitiu a dor do ato. "Claro que dói no coração porque por anos você trabalhou duros para acumular medalhas de ouro e ser um campeão, então machuca o coração. Mas acontece", emendou Bolt.
 
Mesmo sem confirmação oficial tudo indica que Carter foi flagrado com um estimulante no corpo em uma retestagem de sua amostra coletada em Pequim 2008. 
 
"Deve ser difícil. Eu não posso dizer o que ele (Carter) está pensando, mas deve ser duro e frustrante. Não estou muito feliz com esta situação. Penso que é um duro golpe para o atletismo, mas acontece", concluiu Bolt.
 
O COI ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso.
 
Veja Também: 

 

 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook