TIM é a nova patrocinadora do Comitê Olímpico do Brasil

TIM é a nova patrocinadora do Comitê Olímpico do Brasil /  Foto: Divulgação TIM é a nova patrocinadora do Comitê Olímpico do Brasil / Foto: Divulgação

São Paulo - A TIM fechou um acordo de patrocínio com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) até o fim do ano. A operadora apoiará toda a preparação e participação do Time Brasil no Japão, uma delegação que deve contar com cerca de 300 atletas. 
 
A empresa suportará também a realização dos Jogos da Juventude – principal competição de jovens do Brasil, cuja próxima edição está prevista para novembro de 2021 em Aracaju (SE) – e de ações diversas do programa Transforma, que leva os valores olímpicos para alunos e educadores de escolas e projetos sociais em todo o país.
 
A iniciativa de patrocinar um time nacional de atletas de diversas modalidades e diferentes perfis em uma competição mundial reafirma a estratégia da operadora de estar cada vez mais próxima do consumidor brasileiro e valorizar o esporte no país, destaca o CRO da TIM, Alberto Griselli: “Temos um legado de apoio ao esporte no Brasil. Inclusive, mantivemos e renovamos nossos patrocínios na pandemia, entendendo o momento delicado para clubes e federações e buscando suportar uma retomada com segurança”. O executivo explica que, para 2021, queriam investir em uma parceria de alcance nacional, o que veio ao encontro da proposta do COB. “Estamos muito orgulhosos de nos juntar ao Time Brasil que reflete, em diferentes aspectos, os valores da nossa marca: coragem, respeito e liberdade”, ressalta.
 
A nova parceria prevê um time de atletas-embaixadores da marca em Tóquio. Integram o grupo a dupla de velejadoras Kahena Kunze e Martine Grael, campeãs olímpicas no Rio; os canoístas de prata Isaquías Queiroz e Erlon de Souza; a dupla Ana Patrícia e Rebecca, do vôlei de praia; e o lutador de taekwondo Ícaro Miguel. Eles estarão em campanhas e nas redes sociais da operadora, dentre outras ações. O objetivo é aproximar ainda mais a torcida brasileira dos atletas, contando suas jornadas e reforçando os valores da marca, convidando todos a “imaginar as possibilidades” de conquistar e crescer por meio do esporte. A TIM valoriza e apoia a diversidade para construção de uma sociedade cada vez mais inclusiva e buscou refletir essa preocupação no seu grupo de embaixadores, com representantes de grupos socialmente minorizados como negros, pessoas com deficiência e LGBTI+.
 
A parceria entre TIM e COB é válida até 31 de dezembro de 2021 e a empresa não divulga os valores do contrato. Dentre as contrapartidas negociadas estão a exposição da marca em eventos e ações do Comitê e nos locais de treinamento do Time Brasil. A operadora poderá levar clientes e parceiros para conhecer essas bases de preparação, inclusive no Japão, e ver de perto como funciona o backstage da delegação na grande competição. Está prevista ainda a entrega do Troféu TIM Transforma no Prêmio Brasil Olímpico, homenageando iniciativas e personagens com histórias de transformação por meio do esporte. Vale ressaltar que qualquer ação só acontecerá se for seguro para todos os envolvidos, levando em consideração a evolução da pandemia de Covid-19 em todo o mundo. 
 
Nos Jogos da Juventude, que devem reunir mais de 4,5 mil atletas de 15 a 17 anos e outros 2 mil profissionais, a marca da TIM estará presente nas arenas e nos uniformes dos Embaixadores Transforma. Já para o Transforma, haverá exposição do logo na plataforma de ensino, vídeos e demais materiais. O Instituto TIM avalia ainda como integrar seus projetos ao programa, que usa os valores olímpicos – como respeito, amizade e excelência – para estimular novas atitudes e comportamentos no ambiente escolar.
 
“A chegada da TIM ao Movimento Olímpico do Brasil é um motivo de grande orgulho e ressalta a importância dos valores do esporte para a sociedade e para as marcas. Queremos fazer da conexão entre TIM e COB um marco em nossa história olímpica”, afirma o presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira.
 
A TIM e o esporte - Desde o início das suas operações no Brasil, há mais de 20 anos, a TIM buscou estar próxima do esporte nacional – vide o primeiro garoto-propaganda da marca, Ronaldo Fenômeno. Ao longo das últimas décadas, a operadora patrocinou diferentes clubes de futebol, equipes de vôlei e basquete, competições, eventos e projetos sociais ligados ao esporte.
 
Atualmente, a TIM patrocina os quatro maiores clubes de futebol do Rio de Janeiro: Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense. Os contratos existem há, pelo menos, três anos e foram renovados em junho de 2020, com vigência até 2022. A parceria com o Flamengo é a mais antiga, desde 2011, e inclui também o time de basquete masculino. 
 
Além disso, a operadora acaba de renovar sua parceria com a Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e estenderá o patrocínio às seleções feminina e masculina até o fim de 2022. Com isso, estará com as Yaras – como são conhecidas as jogadoras da equipe nacional – nos jogos de Tóquio. As atletas estrelam, inclusive, uma websérie sobre diversidade e inclusão já disponível nas redes sociais da empresa.
 
Sobre a TIM - “Evoluir juntos com coragem, transformando tecnologia em liberdade” é o propósito da TIM, que atua em todo o Brasil com serviços de telecomunicações, focada nos pilares de inovação, experiência do cliente e agilidade. A empresa é reconhecida por liderar movimentos importantes do mercado desde o início de suas operações no país e está à frente da transformação digital da sociedade, em linha com a assinatura da marca: "Imagine as possibilidades". É, desde 2015, líder em cobertura 4G no Brasil, conectando, inclusive, o campo para viabilizar a inovação no agronegócio. Foi pioneira na ativação de redes 5G no país, com a criação dos Living Labs em 2019, e está pronta para a próxima geração de redes móveis.
 
A TIM valoriza a diversidade e promove uma cultura sempre mais inclusiva, com um ambiente de trabalho pautado no respeito. A companhia atua comprometida com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança e, por isso, integra importantes carteiras da bolsa brasileira, como a do S&P/B3 Brasil ESG, do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) e do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), sendo operadora por mais períodos consecutivos – 13 anos – nesta lista. Faz parte ainda do Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, e foi a primeira empresa de telefonia reconhecida pela Controladoria-Geral da União (CGU) com o selo "Pró-ética". 
 
Veja Também: 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook