Jamaicano Steve Mullings é banido do atletismo | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Jamaicano Steve Mullings é banido do atletismo

A comissão da Agência Jamaicana de Antidopagem, anunciou nesta terça-feira, 22 de novembro, que o velocista Steve Mullings está banido do atletismo de forma definitiva / Foto: DivulgaçãoJamaica - A comissão da Agência Jamaicana de Antidopagem, anunciou na terça-feira, dia 22 de novembro, que o velocista Steve Mullings está banido do atletismo de forma definitiva.

 

Em junho deste ano, o jamaicano de 28 anos foi pego no doping para substância furosemida, que tem como poder de mascarar a presença de outras substâncias não permitidas.

 Errar uma vez é humano, mas a Agência de Antidopagem não aceitou o segundo erro do jamaicano de 28 anos.

Durante um torneio de qualificação para os Jogos Olímpicos de 2004, o jamaicano testou positivo no doping para testosterona, na ocasião, a comissão de Antidoping o afastou por dois anos.

Quando voltou em 2006, Steve parecia ter tomado juízo. No Mundial de Atletismo de Ozaka, realizado em 2007, o jamaicano conseguiu classificação para duas finais. Chegou em quinto colocado nos 200 metros rasos e conquistou a medalha de prata no revezamento 4x100 ao lado da equipe jamaicana. No Mundial de Atletismo de Berlin, em 2009, junto com a equipe jamaicana de revezamento 4x100, Steve Mullings foi campeão Mundial.

Com o quarto melhor tempo nos 100 metros rasos do ano (9,80 segundos), Steve Mullings estava suspenso desde julho. O jamaicano fazia parte do revezamento 4x100 e disputava as provas de 100 e 200 metros rasos e foi suspenso um mês antes de começar o Mundial de Daegu.

A substância, furosemida, que Steve Mullings testou postivo em julho, é um potente diurético que permite rápida eliminação dos fluídos do organismo, usada para mascarar a presença de outros produtos proibidos. A Comissão da Agência Jamaicana Antidoping, formada por Lennox Gayle, o ex-árbitro de futebol, Peter Prendergast, e o médico Japhet Ford, deram a suspensão perpétua ao jamaicano.

Mullings não foi à audiência e nem se quer levou testemunhas para provar sua inocência. O advogado do velocista, Alando Terralonge, não concordou com o julgamento. Terralonge, considera que uma suspensão pelo período de quatro a seis anos seria mais justa.

Lennox Gayle, um dos jurados, deixou uma mensagem aos atletas no final da audiência para os atletas que usam substâncias ilegais, "Esta é uma mensagem clara para todos. As substâncias proibidas não devem ser usadas".

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook