Pindamonhangaba avança na implantação do MiniAtletismo nas escolas | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Pindamonhangaba avança na implantação do MiniAtletismo nas escolas

Depois de Anápolis, foi a vez de Pindamonhangaba aderir ao projeto do MiniAtletismo / Foto: Cesar Catingueira/CBAtSão Paulo - Depois de muita luta e de muita conversa com autoridades federais, estaduais e municipais, o Projeto MiniAtletismo, elaborado pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) e adaptado às condições nacionais pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), o MiniAtletismo, sistema de iniciação atlética, já é uma realidade. Agora, o projeto chegou a terras paulistas e a pioneira foi a cidade de Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba.

Um curso de orientação geral sobre o projeto, destinado para crianças de 7 a 12 anos, contemplou 55 professores de 10 escolas de Pindamonhangaba, nos dias 26 e 27 de março. Assim, o MiniAtletismo começou a ser praticado na cidade do medalhista olímpico João Carlos de Oliveira. Também estiveram presentes professores de outras cidades paulistas, como São Bernardo do Campo, São José dos Campos, Caraguatatuba e Campos do Jordão.

"O curso teve caráter prático e os professores participantes já podem aplicar o programa em suas escolas", comemorou o coordenador do curso, o antigo atleta Emerson Iser Bem, campeão da São Silvestre em 1997.
Os professores receberam a cartilha elaborada pela CBAt, que aponta de forma pormenorizada a aplicação do projeto. Com determinado espaço e material reciclado, em que as próprias crianças ajudam a montar o evento, o projeto pode ser implantado em qualquer escola, clube, associação comunitária, etc.

"Estamos muito felizes que o projeto tenha entrado em prática. Esta será uma forma séria de dar iniciação esportiva às crianças e de realizar o nosso sonho de ver o esporte nas escolas", disse Roberto Gesta de Melo, presidente da CBAt.

Próximas cidades, no Maranhão, Tocantins e Rio Grande do Sul - As próximas cidades a receberem o curso da CBAt: 1) Barreirinhas (MA), dias 5 e 6 de abril, com a participação de 60 professores de 17 escolas e um potencial de 1.700 alunos. 2) Araguaína (TO), hoje 7 e depois de amanhã, com 20 professores de 7 escolas (180 alunos). 3) Sapiranga (RS), dia 8 e depois, para 110 professores de 17 escolas (4.250 crianças estimadas). 4) São Luís, capital maranhense, nos dias 8 e 9, em parceria com a Uniceuma, para 60 professores de 30 escolas, com cerca de 3.500 estudantes.

Outras cidades já manifestaram interesse e o processo de implantação está em curso:
Populina (SP), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Macapá (AP), Guarulhos (SP), Recife (PE), Vitória (ES), São José dos Pinhais (PR), Araucária (PR), Ponta Grossa (PR).

Ministério do Esporte em Anápolis - A primeira cidade a aderir ao projeto MiniAtletismo foi Anápolis (GO), durante o Encontro de gestores públicos, realizado pela CBAt em Manaus, em 24 de fevereiro último. Na ocasião, o prefeito Antonio Roberto Gomide anunciou Anápolis como a primeira cidade a aderir ao projeto.

No começo de março, o diretor da Secretaria de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Marco Aurélio Klein, avisou ao Presidente da Confederação, Roberto Gesta de Melo, que o Ministério decidira abraçar o projeto. E que a Secretaria entrará em contato com Anápolis, para estabelecer um programa-piloto.

Os Governos do Pará e do Ceará também informaram que levarão o programa às escolas estaduais. Da mesma forma, as Secretarias de Esportes de Minas Gerais e Santa Catarina anunciaram que defenderão a implantação do MiniAtletismo junto a seus Governos.

"É grande o número de cidades e de entidades públicas e privadas interessadas em conhecer o projeto", informa o gerente de Desenvolvimento da CBAt, Nilton Ferst.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook