Poliana e Marcela por um por um pódio

Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha, as duas principais maratonistas aquáticas do país e integrantes da elite mundial da modalidade caem no mar da praia de Jinshang pelo horário de Brasília a partir das 22 horas desta segunda-feira / Foto: Esporte AlternativoPoliana Okimoto e Ana Marcela Cunha, as duas principais maratonistas aquáticas do país e integrantes da elite mundial da modalidade caem no mar da praia de Jinshang pelo horário de Brasília a partir das 22 horas desta segunda-feira / Foto: Esporte AlternativoXangai – Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha, as duas principais maratonistas aquáticas do país e integrantes da elite mundial da modalidade caem no mar da praia de Jinshang pelo horário de Brasília a partir das 22 horas desta segunda-feira, 18/07, e nesta terça-feira, 19/07, às 9 horas da manhã local, em busca do primeiro pódio brasileiro no Mundial de Xangai, na prova de 10 quilômetros, mesma distância disputada nas Olimpíadas.

Nadar longas distâncias em águas abertas, exposto ás mais variadas condições climáticas nunca foi tarefa fácil, mas se tornou ainda mais duro após a entrada do esporte no programa dos Jogos Olímpicos, em Pequim 2008. E por falar em Jogos Olímpicos, os 10 primeiros colocados na prova de 10 quilômetros em Xangai já estão em Londres 2012. Esta será a única chance que todos os países tem de colocar dois atletas na prova olímpica do ano que vem. 

A baiana Ana Marcela, de 19 anos, foi escolhida a melhor maratonista aquática do planeta pela Federação Internacional de Natação em 2010, ano em que se sagrou a mais jovem campeã da história do Circuito da Copa do Mundo. Feitos que a paulista Poliana Okimoto, de 28 anos, conquistara um anos antes, em 2009, quando venceu a Copa do Mundo depois de conquistar 11 medalhas de ouro seguidas.

Poliana ganhou o bronze na prova de 5 quilômetros do Mundial de Roma 2009, a primeira medalha brasileira em Mundiais dos Esportes Aquáticos depois de 15 anos. Também foi a primeira do país a subir no pódio do Mundial de Maratonas Aquáticas em 2009, ao ganhar a prata nos 5 e 10 quilômetros em Nápoles 2006. Nos Jogos Pan-Americanos de 2007 ela retornaria ao degrau de prata nos 10 quilômetros. Nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, Ana e Poliana ficaram em 5° e 7º lugar respectivamente.

Apesar do belo currículo das nadadoras do Brasil, a tarefa na praia de Jinshan será dura. Só para citar algumas das principais concorrentes também estão na prova a campeã mundial em 2009 e vice-campeão Olímpia em 2008, a inglesa Kary-Anne Payne, além de sua conterrânea Cassandra Patten, bronze em Pequim. Outra grande adversária é a russa Ekateria Salivestova e a italiana Martina Grimaldi, respectivamente prata e bronze em Roma 2009.

Todo o grupo de maratonas aquáticas, que conta também com Allan do Carmo, Samuel de Bona e Victor Colonese, vem em ritmo de preparação intensa visando o Mundial de Xangai. Além de dois períodos de treinamento em altitude este ano os atletas fizeram aclimatação em Macau e são apoiados por equipe multidisciplinar.

Os atletas estão tão concentrados que para se preparar e descansar o suficiente para a prova, Ana Marcela abriu mão de comparecer a homenagem que a FINA fez aos melhores do ano, na cerimônia de abertura que aconteceu no dia 16/07, na piscina principal do moderno Oriental Sports Center.

"Nunca vi o grupo treinando tão bem junto. Esperamos que a adrenalina não atrapalhe na competição e possam dar tudo o que sabemos que são capazes", disse a supervisora técnica da CBDA, Christiane Fanzeres, que acompanhou o período de treinamento em altitude La Loma, no México.

Em Xangai, o chefe da delegação é Igor de Souza e os técnicos são Carlos Arapiraca, Christiano Klaser, Márcio Latuf e Ricardo Cintra.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook