Panizo supera montanha em Campos do Jordão e pode ser o primeiro bicampeão do Tour do Brasil

Panizo comemora vitória nas montanhas / Foto: Sérgio Shibuya / ZDLPanizo comemora vitória nas montanhas / Foto: Sérgio Shibuya / ZDLCampos do Jordão (SP) - Gregolry Panizo venceu, no último sábado, a oitava etapa do Tour do Brasil / Volta Ciclística de São Paulo. Assumiu a liderança e provocou uma grande reviravolta na classificação. O ciclista da equipe de Foz do Iguaçu, campeão em 2008, dominou o trecho encerrado a 1.738 metros de altitude, em Campos do Jordão, e ajudou Foz do Iguaçu a assumir a ponta.

Seu companheiro de equipe, Renato Seabra, ficou na segunda posição e Maurício Morandi, de São José dos Campos, fechou o pódio 100% brasileiro. A sétima edição do Tour do Brasil termina neste domingo com um trecho de 50 quilômetros entre Jundiaí e São Paulo.

"A subida foi dura demais. Agradeço a Deus pela vitória. Dei o máximo para ganhar esta etapa, pois sabia que era minha última chance. Agora é manter o ritmo e terminar bem a parte final da prova", afirmou Panizo, muito festejado pelos companheiros de equipe.

"A etapa final é de muita velocidade e preciso ficar atento com acidentes e fugir de qualquer tipo de problema. Ainda não está nada decidido", destacou o ciclista, que venceu com o tempo de 1h45min57s e pode sagrar-se o primeiro bicampeão do Tour do Brasil / Volta Ciclística de São Paulo.

O atleta de Tupãssi (PR) tinha um desempenho regular até esta etapa. Na primeira, entre Presidente Prudente e Assis, ficou na 28ª posição, resultado que repetiu na disputa seguinte (Marília - Bauru). Depois, no trecho entre Bauru e São Carlos, o paranaense terminou em 16º. Na disputa de contra-relógio, em São Carlos, finalizou em 13º. Entre Rio Claro e Indaiatuba, ele ficou em 11º lugar. Na sequência, o ciclista registrou um 13º (Indaiatuba - Sorocaba), 9º (Sorocaba - Atibaia) e outro 11º (Atibaia - Pindamonhangaba).

"Fiquei desanimado após o contra-relógio de São Carlos. Mas sabia que o trecho de Campos do Jordão seria decisivo. A equipe inteira está de parabéns", disse o ciclista vice-campeão da Volta de Santa Catarina em 2007 (venceu a etapa Rio do Rastro, com quase 20 quilômetros de subida) e hexacampeão dos Jogos Abertos do Paraná.

Panizo soma 23h51min14s, na classificação acumulada, e tem 54s de vantagem para Magno Nazaret, de Pindamonhangaba, que chorou muito após o término da prova. Entre as equipes, Foz do Iguaçu venceu a etapa com folga: 5h23min55s, com 4min20s de vantagem para o time de Santos, e 5min46 para Pindamonhangaba.

O técnico de Foz de Iguaçu, Hernandes Quadri, um dos maiores ciclistas brasileiros de todos os tempos, estava muito feliz com o desempenho de seus atletas. "Todos cumpriram o planejamento traçado e estão de parabéns. Mas agora precisamos manter a calma para chegarmos juntos na etapa final", enfatizou o comandante do time que era quarto e agora é o líder com folga.

Péssima etapa para Pindamonhangaba -O resultado da penúltima etapa foi catastrófico para a equipe de Pindamonhangaba, líder do Tour do Brasil desde o primeiro dia, no sábado (16), em Presidente Prudente. O grupo perdeu a ponta no individual e entre as equipes. Flávio Santos Cardoso, camisa amarela durante cinco trechos, teve um desempenho discreto, terminou na 20ª posição (4min54s atrás de Panizo) e caiu para o sétimo lugar na classificação acumulada. Na disputa dos times, os comandados de Benedito Azevedo, o Kid, estão na vice-liderança, a 1min54s de Foz do Iguaçu. Dos cinco ciclistas que abandonaram a etapa, 111 completaram, três são da equipe do Vale do Paraíba - (Roberto Pinheiro, Hector Aguilar e Marcelo Moser).

Etapa mais seletiva do Tour do Brasil - Os atletas largaram no Palacete 10 de julho, em Pindamonhangaba, com 16 graus de temperatura. Alguns atletas tentaram escapar durante o percurso, mas o pelotão andou compacto até a metade da etapa. A caravana passou por algumas ruas da cidade de Santo Antonio do Pinhal, com pistas estreitas e muitas curvas - Maurício Morandi ganhou o primeiro prêmio de montanha, com Panizo e Renato Seabra na sequência.

A partir deste momento, o trio começou a se distanciar do pelotão. Panizo forçou o ritmo e começou a abrir vantagem para os outros dois ciclistas até chegar ao Palácio Boa Vista, em Campos do Jordão, com boa vantagem, com temperatura de 18 graus. O resultado valeu ao ciclista do Paraná também o segundo prêmio de montanha, categoria liderada por Antonio Nascimento, de Santos, que terminou em quarto. Robson Dias, de São José dos Campos, faturou a meta volante, mas o líder, no geral, continua sendo Edgardo Simon, de Pindamonhangaba.

A etapa mais seletiva e difícil desta edição do Tour do Brasil tinha uma grande variação de altitude, num trecho curto. Os atletas saíram a 572 metros e chegaram a 1.783 metros. As rodovias do percurso foram Doutor Caio Gomes Figueiredo (SP 132), Floriano R. Pinheiro (SP 123) e Oswaldo B. Guisard (SP 46).

Desempenho dos brasileiros é excepcional - O Tour do Brasil abre o ranking continental 2010/2011, que definirá os países que terão representantes em Londres/2012. O desempenho dos ciclistas brasileiros na sétima edição da prova é acima da expectativa. Até a penúltima etapa, apenas dois estrangeiros figuram entre os 10 melhores classificados - o argentino Edgardo Simon(Pindamonhangaba) é o oitavo e o neozelandês Jeremy Yates, o décimo.

Chegada da etapa final será em São Paulo - A nona e decisiva etapa do Tour do Brasil / Volta Ciclística de São Paulo terá sua chegada em São Paulo, neste domingo. Os ciclistas largarão na rodovia dos Bandeirantes (SP 348), no km 48, em Jundiaí, às 6h50, com destino ao Complexo Viário Jornalista Roberto Marinho (Ponte Estaiada), com chegada prevista para as 8 horas da manhã.

Jundiaí localiza-se entre as cidades de São Paulo e Campinas. Distante 49 quilômetros da capital pela Via Anhanguera e 37 quilômetros de Campinas, pela mesma rodovia. A população é de aproximadamente 365 mil habitantes, segunda estatísticas do IBGE deste ano. São Paulo é a capital do estado, maior cidade brasileira e a sexta maior do mundo, com aproximadamente 20 milhões de habitantes, segundo dados do IBGE de 2009. A cidade possui o 10º maior PIB do mundo e a economia se baseia na indústria e prestação de serviços. A Ponte Estaiada, local da chegada, é um dos cartões postais da capital de estado.

Resultados da oitava etapa - Pindamonhangaba a Campos do Jordão - 62 km (média horária de 35,111 km/h)

Individual

1- Gregolry Panizo (DataRo/Foz do Iguaçu) - 1h45min57s (10 s bonificação)
2- Renato Seabra (DataRo/Foz do Iguaçu) - a 1min15s (6 s bonificação)
3- Maurício Morandi (São José dos Campos) - a 1min17s (4 s bonificação)
4- Antonio Nascimento (Memorial/Santos/Giant) - a 1min53s
5- Magno Nazaret (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - a 2min02s
6- Jeremy Yates (Blackpeloton/Cicloravena/Nova Zelândia) - a 3min22s
7- Adélio Silva (Velo/Rio Claro) - a 3min37s
8- Andre Pulini (Memorial/Santos/Giant) - a 3min37s
9- Tyler Wren (Jamis Sutter/EUA) - a 3min37s
10- Fábio Ribeiro (Suzano/GTK/Ciclomania) - a 3min59s

Equipes
1- DataRo/Foz do Iguaçu - 5h23min55s
2- GRCE Memorial/Pref Santos/Giant - 4min20s
3- Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba - a 5min46s
4- São José dos Campos - a 7min12s
5- Velo/Seme Rio Claro - a 10min54s

Meta Volante
Primeira

1- Robson Dias (São José dos Campos)
2- Eduardo Pinheiro (Santos)
3- Richard Rodriguez (Chile)

Prêmios de Montanha
Primeiro
1- Maurício Morandi (São José dos Campos)
2- Gregolry Panizo (DataRo/Foz do Iguaçu)
3- Renato Seaba (DataRo/Foz do Iguaçu)

Segundo
1- Gregolry Panizo (DataRo/Foz do Iguaçu)
2- Renato Seabra (DataRo/Foz do Iguaçu)
3- Maurício Morandi (São José dos Campos)

Classificação geral - após oito etapas

Individual

1- Gregolry Panizo (DataRo/Foz do Iguaçu) - 23h51min14s
2- Magno Nazaret (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - a 54 s
3- Renato Seabra (DataRo/Foz do Iguaçu) - a 59 s
4- Maurício Morandi (São José dos Campos) - a 1min18s
5- Antonio Nascimento (Memorial/Santos/Giant) - a 1min58s
6- Fábio Ribeiro (Suzano/GTK/Ciclomania) - a 3min27s
7- Flávio Santos Cardoso (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - a 3min32
8- Edgardo Simon (Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba) - a 3min55s
9- Andre Pulini (Memorial/Santos/Giant) - a 4min02s
10- Jeremy Yates (Blackpeloton/Cicloravena/Nova Zelândia) - a 4min14s

Equipes
1- DataRo/Foz do Iguaçu - 71h40min52s
2 - Funvic/Marcondes Cesar/Pindamonhangaba - a 1min54s
3- GRCE Memorial/Pref Santos/Giant - a 3min22s
4- São José dos Campos - a 8min34s
5- Avaí/FME Florianópolis/APGF - 12min38s
6- Suzano/Ecus/TTK/Ciclomania/Protec - a 14min12s
7- Velo/Seme Rio Claro - a 14min38s
8- Seleção Paulista - a 21min00s
9- Cesc São Caetano/PZ Racing/Kuruma/DKS - a 30min00
10- BlackPeloton/Cicloravane/Nova Zelândia - 31min21

Por pontos
1- Edgardo Simon (Pindamonhangaba) - 38 pontos
2- Hector Figueiras (Pindamonhangaba) - 25
3- Flávio Santos Cardoso (Pindamonhangaba) - 22

Prêmio de montanha
1- Antonio Nascimento (Santos) - 18 pontos
2- Jeremy Yates - 17 pontos
3- Gregolry Panizo (Foz do Iguaçu) - 14 pontos

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook