Vitaly Petrov dá clínica de salto com vara em São Paulo

Petrov conversa com Thiago na Clínica / Foto: João Pedro Nunes/CBAtPetrov conversa com Thiago na Clínica / Foto: João Pedro Nunes/CBAtSão Paulo - O ucraniano Vitaly Petrov está novamente no Brasil, para mais uma clínica de treinamento de atletas brasileiros do salto com vara. Consultor da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), ele cuidará basicamente da parte técnica da prova até o dia 29 deste mês.

Numa janela aberta exclusivamente para a Imprensa esportiva, no centro de treinamento do Pão de Açúcar, no Morumbi, Petrov conversou com os jornalistas. Lembrou que, além de trabalhar para a CBAt, também atua em outros países, em um projeto da IAAF. "O objetivo é desenvolver o salto com vara nos países que têm revelado talentos, como o Brasil, e também na Argentina, Colômbia, África do Sul, entre outros", comentou.

Satisfeito com a evolução de Fabiana Murer, ele acha que a atleta brasileira pode melhorar ainda mais este ano, assim como Fábio Gomes da Silva e Thiago Braz, que buscará a qualificação para o Mundial de Juvenis de Barcelona. "A Fabiana tem tudo para chegar perto ou até superar a barreira dos 5,00 m", disse Petrov.

Nesta clínica, os atletas simularam os movimentos de saltos, com exceção de Fabiana Murer, que fez alongamentos com o fisioterapeuta Rodrigo Iglesias. "Estou começando agora o meu treinamento de base e este ano o período de treino será o mais longo desde 2005", lembrou a campeã mundial em Daegu, na Coreia do Sul. "Não vamos participar da temporada indoor e teremos poucas provas até a Olimpíada de Londres", completou.

Fabiana disse que vai conversar provavelmente nesta quarta-feira com Petrov e Elson para definir seu calendário de 2012. "Está certo de que passaremos janeiro e fevereiro treinando em Lisboa. A minha estreia na temporada deverá ser no GP Brasil/Caixa de Atletismo, no Rio. Depois faço o Troféu Brasil e dois ou três torneios apenas da Diamond League, antes de Londres", afirmou.

Fabiana diz que seu objetivo é conquistar uma medalha olímpica independentemente da cor. "Na vara, há um grupo de seis ou sete atletas brigando por um lugar no pódio. Acho que a (a russa Elena) Isinbayeva e a Jennifer (norte-americana Jennifer Suhr) estão num posto superior às demais. Depois venho eu, a cubana (campeã pan-americana Yarislei Silva), a alemã (vice-campeã mundial Martina Strutz) e a polonesa (campeã mundial em Berlim 2009 Anna Rogowska)", disse a brasileira.

Até o dia 29, Petrov e Elson atenderão atletas como Fabiana Murer, o recordista sul-americano e finalista em Daegu, Fábio Gomes da Silva, e o vice-campeão da Olimpíada da Juventude de Cingapura-2010, Thiago Braz.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook