São Paulo recebe disputa entre campeãs no salto com vara | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

São Paulo recebe disputa entre campeãs no salto com vara

Fabiana terá pela frente cubana, campeão pan-americana / Foto: Wagner Carmo / CBAtFabiana terá pela frente cubana, campeão pan-americana / Foto: Wagner Carmo / CBAtSão Paulo - Uma das principais atrações do "Grande Prêmio Internacional São Paulo/Caixa de Atletismo" já está em São Paulo: a cubana Yarisley Silva, campeã do salto com vara nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, em outubro de 2011.

No México, Yarisley ganhou a medalha de ouro com 4,75 m - recorde pessoal - e deixou na 2ª posição a brasileira Fabiana Murer, que fez 4,70 m. Um mês antes, porém, em Daegu, na Coreia do Sul, Fabiana dera ao Brasil seu primeiro título na história do Campeonato Mundial de Atletismo, quando saltou 4,85 m (recorde sul-americano). Lá, a cubana ficou em 5º lugar.

No lobby do Hotel Pestana, onde os atletas que disputam o GP paulistano estão hospedados, Yarisley dizia estar feliz por voltar ao Brasil e com a expectativa de enfrentar novamente "uma das melhores do mundo". A seu ver, "a disputa será equilibrada". Não apenas na competição de São Paulo, mas em toda a temporada. Em maio do ano passado, ela disputou o GP Brasil/Caixa no Rio e foi a segunda com 4,60 m - Fabiana foi a 1ª com 4,65 m.

"Este ano fiz uma prova indoor na Europa e bati meu recorde também em pista coberta. Fiz 4,72 m", disse. "Este ano saltei 4,60 m na Venezuela. Estou me sentindo muito bem. A meta é fazer 4,80 m na temporada e ficar entre as cinco melhores nos Jogos Olímpicos de Londres", falou a atleta.

Além de Fabiana Murer (que fará sua estreia na temporada em São Paulo) e Elena Isinbayeva (a russa recordista mundial da prova com 5,06 m), Yarisley acha que outras saltadoras têm chances de subir ao pódio em Londres. "Tem a Anna Rogowska (Polônia), a Martina Strutz e a Silke Spiegelburg (Alemanha), a Holly Bleasdale (Grã-Bretanha). Será um ano difícil", explicou, antes de voltar para o quarto, para descansar.

Para seu treinador, Alexandre Navas, "Yarisley está muito bem fisicamente, fez uma base muito boa. Depois de competir em São Paulo e no Rio de Janeiro (no próximo domingo), ela volta a Cuba e depois vai para a Europa em junho e fica até a Olimpíada".

O GP São Paulo/Caixa de Atletismo será disputado na quarta-feira, a partir das 17 horas, no Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera, na capital paulista, com entrada livre para o público. Cerca de 170 atletas de 27 países devem competir no evento, que faz parte do Brazilian Athletics Tour, mais importante circuito atlético da América Latina.

Além da disputa Fabiana-Yarisley, outras atrações estão confirmadas, caso dos triplistas Osviel Hernández (Cuba) e o brasileiro Jonathan Henrique, respectivamente número 1 e 2 do mundo na temporada, com 17,49 m e 17,39 m, respectivamente. Também o trinitino Emmanuel Callender, campeão dos 100 m nos Meetings de Belém e Uberlândia, estará na cidade, e enfrentará adversários como seu compatriota Marc Burns e o jamaicano Dexter Lee.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook