Franciela inicia tratamento para competir nos Jogos Rio 2016

Velocista sofreu lesão muscular no posterior da coxa direita / Foto: Wagner Carmo/CBAtVelocista sofreu lesão muscular no posterior da coxa direita / Foto: Wagner Carmo/CBAt

Rio de Janeiro - A velocista Franciela Krasucki, que sofreu uma lesão muscular na final dos 200 m do Campeonato Ibero-Americano Caixa de Atletismo, na última segunda-feira (dia 16), no Estádio Olímpico do Engenhão, no Rio de Janeiro, terá seis semanas de tratamento para retornar aos treinos visando os Jogos Olímpicos Rio 2016.
 
O médico Cristiano Laurino, da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), recebeu nesta quarta-feira (18) os resultados da ressonância magnética da coxa direita da atleta, realizada na terça-feira (17), no Rio de Janeiro. "Foi confirmada uma lesão muscular na parte posterior da coxa (isquiotibial parcial) e a Franciela já iniciou a fisioterapia", informou o ortopedista.
 
A velocista recebeu a notícia com tranquilidade, porque já esperava o diagnóstico. "Senti uma dor muito forte na coxa quando saí da curva e entrei na reta da pista. Agora, é tratar, estou otimista. Vou fazer de tudo para disputar bem a Olimpíada", disse Franciela, qualificada nos 100 m e no 4x100 m.
 
O técnico Adriano Vitorino lembra que a atleta sentiu uma lesão semelhante em 2012, antes dos Jogos de Londres. "Ela mostrou muita disciplina e determinação. Voltou melhor do que estava antes da lesão e representou bem o Brasil. Para ela, essa situação não é novidade e nenhum bicho de sete cabeças", comentou o treinador.
 
A atleta fez os exames no Rio de Janeiro com o apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e fará o tratamento com supervisão e apoio da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook